sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Cidadãos britânicos começaram hoje a pedir a nacionalidade belga

Várias localidades belgas receberam hoje pedidos de nacionalidade de cidadãos britânicos, na sequência do referendo de quinta-feira ter dado vitória ao 'Brexit' (saída do Reino Unido da União Europeia).

© Francois Lenoir / Reuters

O diário belga Le Soir, na versão digital, citado pela agência EFE, refere localidades que receberam pedidos de passaportes ou de esclarecimento de dúvidas por parte dos habitantes britânicos, como Waterloo, Watermael-Boitsfort, Woluwé-Saint-Pierre, Ixelles ou Saint Gilles, localizadas nos arredores da capital, Bruxelas.

A presidente da comuna de Waterloo, onde residem cerca de 450 britânicos, afirmou ter recebido cinco solicitações de britânicos que querem a nacionalidade belga e dezenas de perguntas relacionadas com o assunto.

Os belgas consideram que as solicitações refletem o desejo dos britânicos de preservar as atuais situações de trabalho.

Os presidentes das comunas explicam que as perguntas e pedidos de esclarecimento, tal como as solicitações de passaportes belgas são feitos por britânicos que têm empregos em que a nacionalidade é importante, podendo estar a temer perder os seus postos de trabalho num novo cenário internacional.

Os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido vai sair da União Europeia (UE), depois de o 'Brexit' ter conquistado 51,9% dos votos no referendo de quinta-feira, cuja taxa de participação foi de 72,2%.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou já a sua demissão com efeitos em outubro.

Numa primeira reação, os presidentes das instituições europeias (Comissão, Conselho, Parlamento Europeu e da presidência rotativa da UE) defenderam um 'divórcio' o mais rapidamente possível, "por muito doloroso que seja o processo".

Lusa

  • Londres vive um sentimento de derrota
    2:33

    Brexit

    A jornalista da SIC Cândida Pinto explica o ambiente e o sentimento de derrota que se vive em Londres, cidade que votou maioritariamente pela permanência na União Europeia. Ao longo do dia têm sido várias as manifestações pelas ruas de Londres, com os cidadãos londrinos a dizerem-se envergonhados por serem britânicos.

  • Brexit provoca pânico entre os investidores
    1:48

    Brexit

    Foi uma sexta feira negra nos mercados financeiros, apanhados totalmente de supresa pelo Brexit. O pânico instalou-se entre os investidores. As bolsas afundaram, o euro derrapou, a libra atingiu o valor mais baixo dos 30 anos, e as taxas da dívida dispararam.

  • "Foi inesperado e duro, o Reino Unido tem um papel importantíssimo na UE"
    3:41

    Brexit

    Depois dos britânicos terem votado a saída do Reino Unido da União Europeia é importante entender o que reserva o futuro e como se irá desenvolver o processo de saída. Bruxelas já alertou que o processo deve ser rápido. A SIC esteve à conversa com o Comissário Europeu, Carlos Moedas, para entender qual é o sentimento no epicentro das decisões da Comissão Europeia. Carlos Moedas diz que a decisão foi dura e inesperada uma vez que o Reino Unido tem um papel importante no panorama europeu.

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.