sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Croácia defende aproximação da UE às pessoas

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Croácia, Miro Kovac, afirmou hoje que a decisão britânica de deixar a União Europeia, o denominado Brexit, demonstra que é preciso aproximar as instituições comunitárias da população.

© Antonio Bronic / Reuters

"Vamos defender um debate para ver o que podemos fazer em conjunto para sermos mais eficazes e aproximar as instituições europeias dos cidadãos e dos povos", disse Kovac à emissora N1.

O ministro considerou que as instituições europeias "estão demasiado distantes" das pessoas comuns e que o referendo mostrou que o Reino Unido estava descontente com a União Europeia.

Kovac admitiu que a saída da Grã-Bretanha "representa um grande golpe à unidade da UE" e que a decisão foi anunciada num momento "muito desagradável", devido às consequências da crise dos refugiados e da crise da dívida.

Para o ministro croata, mesmo que o Brexit possa influenciar negativamente uma futura ampliação da UE, o seu país vai continuar a defender o processo para os países balcânicos.

Os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido vai sair a União Europeia, depois de o Brexit ter conquistado 51,9 por cento dos votos no referendo de quinta-feira, cuja taxa de participação foi de 72,2%.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou já a intenção de se demitir em outubro, na sequência deste resultado,

As principais bolsas europeias abriram hoje em forte queda, com a bolsa de Londres a descer perto dos 8%


Lusa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite