sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

Eslováquia culpa política migratória e pede mudanças na UE

O governo da Eslováquia, que assume a presidência do Conselho Europeu a 1 de julho, culpou hoje indiretamente a política migratória europeia pela saída do Reino Unido da União Europeia e exigiu "mudanças profundas" no bloco comunitário.

© Stephane Mahe / Reuters

"Muitas pessoas que vivem na Europa recusa a política migratória europeia e há uma grande insatisfação com as políticas económicas da União Europeia (UE)", disse o primeiro-ministro eslovaco, Robert Fico.

"Os 27 países que ficam precisam de encontrar a força necessária para dizer que as políticas fundamentais da UE devem ser profundamente reformadas", acrescentou o político social-democrata, cujo país foi um dos mais críticos em relação ao acolhimento de refugiados e migrantes na Europa.

Ao mesmo tempo, Fico considerou que a decisão de hoje "não é nenhuma tragédia, é a realidade", e instou os líderes dos restantes países comunitários a registar a decisão britânica "com caráter imediato".

O primeiro-ministro eslovaco insistiu que será um enorme erro se a reação dos 27 "for como tem sido até aqui a política da UE", numa referência ao fosso existente entre os cidadãos europeus e Bruxelas.

"É preciso ter uma visão muito mais atrativa das questões que os cidadãos veem hoje de forma extremamente negativa", afirmou.

Fico propôs já a realização de "um debate informal sobre o futuro da UE" à chanceler alemã, Angela Merkel, ao chefe de Estado francês, François Hollande, e ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

A Eslováquia foi um dos oito países da Europa de Leste a aderir à UE em 2004 e vai assumir pela primeira vez a presidência do bloco.

Os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido vai sair da UE, depois de o Brexit ter conquistado 51,9 por cento dos votos no referendo de quinta-feira. A taxa de participação foi de 72,2%.


Lusa

  • "Só tive tempo de avisar o meu sogro e o meu marido e disse: corram!"
    2:17
  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • "Atrás das Câmaras" em Fátima
    2:48
  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15
  • PS quer reconquistar poder em Vila Viçosa
    2:06

    Autárquicas 2017

    Ana Catarina Mendes insistiu na ideia de que o PSD escolheu um modo perigoso de fazer campanha, ao insistir nas críticas à lei da imigração. Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS, esteve esta quarta-feira em campanha no distrito de Évora.

  • Troca de argumentos entre Medina e Cristas marca campanha em Lisboa
    2:34

    Autárquicas 2017

    Esta quarta-feira o dia de campanha em Lisboa ficou marcado por uma troca de argumentos entre Fernando Medina e Assunção Cristas. O atual presidente da Câmara acusa a candidata do CDS de não respeitar os lisboetas por admitir que pode não exercer o cargo de vereadora até ao fim do mandato. Já Assunção Cristas garante que se for eleita cumpre o mandato até ao fim.

  • "Não toleramos ameaças de ninguém"
    2:13
  • Número de tartarugas marinhas está a aumentar

    Mundo

    O número de tartarugas marinhas está a crescer, levando investigadores a considerar que os esforços para salvar estes animais são uma "história de sucesso da conservação global", indica um estudo divulgado esta quarta-feira.

  • Tubarões vivem mais tempo do que se pensava

    Mundo

    Uma revisão de dados sobre avaliação da idade dos tubarões revela que muitas espécies têm maior longevidade do que se pensava, o que poderá obrigar a uma revisão dos planos de conservação das mais ameaçadas.

  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.

  • Casal morre com horas de diferença depois de 75 anos de casamento

    Mundo

    George e Jean Spear morreram no passado dia 15 de setembro, no hospital de Queensway Carleton, em Ottawa (Canadá), depois de terem celebrado 75 anos de casamento em agosto. A britânica de 94 anos conheceu o candaniano em 1941, num salão de bailes, em Londres. George Spear servia as Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial.

    SIC