sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

O filme do referendo britânico

Filme dos acontecimentos do referendo à saída do Reino Unido da União Europeia, desde o início da votação às reações aos resultados em que o 'Brexit' conquistou 51,9% dos votos no referendo de quinta-feira.

© Russell Boyce / Reuters

07:00 - Abertura das assembleias de voto para o referendo sobre a saída ou permanência do país na UE, no qual o eleitor deve responder à questão "Deve o Reino Unido permanecer como membro da União Europeia ou abandonar a União Europeia?", assinalando uma de duas opções -- "Permanecer na União Europeia" ou "Sair da União Europeia".

09:00 - Defensor da permanência ('Remain') na UE, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, votou numa secção de voto no centro de Londres, acompanhado pela mulher, Samantha.

11:00 - O líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, partidário da permanência ('Remain'), votou numa secção de voto no norte de Londres.

12:00 - Uma nova sondagem das intenções de voto, do instituto Ipsos Mori, dá 52% à permanência na UE e 48% à saída. Cerca de 12% dos inquiridos admitiram que podem mudar de opinião até votar.

13:00 - O líder do eurocético Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), Nigel Farage, votou numa secção de voto no condado de Kent, a sul de Londres, afirmando que a possibilidade de vitória do 'Brexit' é "muito sólida".

14:00 - O Presidente da Bulgária, Rosen Plevneliev, advertiu que a saída do Reino Unido pode provocar uma guerra na Europa e a dissolução do bloco de 28 países.

22:00 - Encerramento das mesas de voto no Reino Unido. Um número recorde de 46,5 milhões de eleitores estava inscrito para participar neste referendo.

22:30 - Uma última sondagem da YouGov aponta para a vitória do 'Remain', com 52% dos votos, contra 48% para a saída da UE.

23:00 - O ministro dos Negócios Estrangeiros português defendeu que a eventual vitória do "sim" no referendo sobre a manutenção do Reino Unido na UE representa "uma vitória política" e afastou problemas para a comunidade portuguesa naquele país.

23:30 - O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, disse que "a Europa não será a mesma", depois do referendo no Reino Unido à permanência na UE, e defendeu a necessidade de reforço do compromisso europeu.

00:00 - O primeiro resultado a ser divulgado é o de Gibraltar, onde cerca de 96% dos eleitores votaram a favor da permanência.

00:50 - O 'Brexit' (saída britânica da UE) vence na cidade de Sunderland, nordeste da Inglaterra, com 61% contra 39% a votar na permanência.

03:40 - Os primeiros resultados do referendo britânico, que apontam para uma votação renhida, fizeram cair a bolsa de Tóquio e levaram à desvalorização da libra.

04:30 - Nigel Farage, líder do Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), antecipou a vitória do 'Brexit'. "Vamos livrar-nos do hino, da bandeira, de Bruxelas e de tudo o que está errado. O dia 23 de junho será o dia da independência", proclamou Farage, notório pelas posições anti-imigração.

05:00 - A cotação da libra britânica registou o valor mais baixo desde 1985, devido aos resultados parciais do referendo no Reino Unido, que dão vantagem à saída da UE. A divisa caiu para 1.3466 dólares, indicou a Bloomberg.

05:16 - A taxa de participação no referendo de quinta-feira foi de 72,2%, anunciou a Comissão Eleitoral britânica.

06:00 - A Escócia vê o seu futuro como "parte da UE", disse a primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, após resultados preliminares indicarem uma vitória da saída do Reino Unido no referendo de quinta-feira.

Sturgeon tinha já indicado que a vitória do 'Brexit' podia precipitar um novo referendo sobre a independência da Escócia.

"A Escócia votou de forma clara e decisiva para permanecer como parte da União Europeia, 62 contra 38%", afirmou.

06:35 - O deputado holandês Geert Wilders, líder do islamófobo Partido para a Liberdade, instou a Holanda a realizar um referendo sobre a saída da UE, depois de o Reino Unido ter votado a favor do 'Brexit'.

06:38 - O partido Sinn Fein defendeu uma votação na Irlanda do Norte sobre a unificação com a República da Irlanda, depois de o país, que integra o Reino Unido, ter votado pela permanência na UE no referendo de quinta-feira, em que os cidadãos britânicos decidiram abandonar o bloco comunitário.

06:47 - O preço do barril de petróleo Brent caiu 6,5% e situou-se abaixo dos 47,50 dólares por barril a meio do dia em Singapura devido à vitória da saída do Reino Unido da UE, no referendo de quinta-feira.

06:50 - A líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen, pediu a realização em França de um referendo semelhante ao do Reino Unido, na sequência da vitória do 'Brexit'.

06:52 - O ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Frank-Walter Steinmeier, lamentou os resultados do referendo em que o Reino Unido escolheu abandonar a UE, neste "dia triste para a Europa e para a Grã-Bretanha".

06:52 - Os presidentes das principais instituições europeias vão reunir-se, hoje em Bruxelas, para debaterem o resultado do referendo britânico.

Além dos presidentes da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, do Conselho Europeu, Donald Tusk, e do Parlamento Europeu, Martin Schulz, a reunião extraordinária de líderes europeus incluirá também Mark Rutte, primeiro-ministro holandês, por ser este o país que detém, até julho, a presidência rotativa da UE.

07:12 - Os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido vai sair da UE, depois de o 'Brexit' ter conquistado 51,9% dos votos no referendo de quinta-feira, indicaram os resultados finais depois de apurados todos os 382 círculos eleitorais.

Os partidários da permanência do Reino Unido na UE obtiveram 16,14 milhões de votos no referendo, que registou uma taxa de participação de 72,2%.

07:37 - O Banco de Inglaterra vai tomar "todas as medidas necessárias" para garantir a estabilidade monetária e financeira, após a decisão do Reino Unido de sair da UE.

07:55 - A saída do Reino Unido da UE ganhou em Inglaterra (53,2%) e no País de Gales (51,7%). A permanência venceu na Escócia (62%) e na Irlanda do Norte (55,7%), indicaram os resultados do referendo de quinta-feira.

07:58 - "We're out" ("Estamos fora"), lê-se hoje nas manchetes da imprensa britânica, cujas edições da manhã anunciam o resultado do referendo que ditou a saída da UE como "histórico" e um "exemplo de democracia".

08:05 - O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, garantiu a determinação dos líderes europeus em "manterem a unidade a 27", depois de os eleitores britânicos terem decidido que o Reino Unido vai sair a União Europeia (UE).

08:18 - O presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, anunciou que vai iniciar as negociações para a saída do Reino Unido da UE, depois da vitória do 'brexit' no referendo de quinta-feira.

08:24 - O líder do eurocético Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), Nigel Farage, pediu a demissão do primeiro-ministro, David Cameron, e a formação de um "governo brexit" para preparar a saída do país da UE.

08:29 - O primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou a intenção de se demitir em outubro, na sequência do referendo em que os britânicos decidiram pela saída do Reino Unido da UE.

Falando à imprensa à porta da sede do Governo, David Cameron afirmou que, depois da vitória do "sair" com 52%, o país precisa de uma nova liderança.

08:38 - As principais bolsas europeias - Londres, Paris, Frankfurt e Lisboa - abriram hoje em forte queda depois de conhecido o resultado do referendo no Reino Unido.

08:47 - O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, propôs aos líderes dos 27 Estados-membros um encontro informal para discutirem sobre o 'Brexit' e o futuro da UE à margem da cimeira de terça e quarta-feira.

09:03 - Os chefes da diplomacia dos seis países fundadores da UE - França, Alemanha, Itália, Bélgica, Holanda e Luxemburgo - reúnem-se no sábado em Berlim para debater as consequências do referendo britânico, anunciou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros (MNE) alemão, Frank-Walter Steinmeier.

09:28 - O governo da República da Irlanda afirmou que a saída do Reino Unido da UE vai ter "consequências muito significativas" para a Irlanda, o Reino Unido e a UE.

09:40 - O governador do Banco de Inglaterra (BoE), Mark Carney, declarou que a instituição está pronta para injetar 250 mil milhões de libras esterlinas (326 mil milhões de euros) de fundos adicionais, depois da vitória do 'Brexit'.

09:40 - A China apelou à UE para que alcance um acordo "rapidamente" com o Reino Unido, após a vitória da "saída" no referendo, e reiterou o seu respeito pela decisão do povo britânico.

09:46 - O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, afirmou que o seu executivo "toma nota com tristeza" da decisão dos britânicos de sair da UE e deixou uma mensagem de serenidade e tranquilidade aos espanhóis.

09:48 - O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, lamentou profundamente a decisão do Reino Unido de sair da UE, considerando que "é um dia triste", e reiterou que os interesses das comunidades portuguesas naquele país serão "protegidos e defendidos".

10:00 - O Tratado de Lisboa prevê um prazo de dois anos para a negociação da saída de um Estado-membro do bloco europeu, período que Reino Unido e União Europeia terão então para consumar o "divórcio" ditado pelos eleitores britânicos.

10:08 - O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, garantiu que a decisão do Reino Unido de abandonar a UE não se reflete na Aliança Atlântica, onde Londres continua a ter um "papel de liderança".

10:31 - O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, lamentou o resultado do 'Brexit', defendendo que a Europa "é o futuro", apelando à construção de uma UE "mais humana e mais justa".

10:35 - O Presidente da República manifestou-se convicto, numa nota divulgada 'online', de que a saída do Reino Unido da UE não põe em causa os interesses de Portugal e dos portugueses a viver e trabalhar naquele país.

11:07 - O PS lamentou o resultado do referendo no Reino Unido, defendendo como resposta uma "reabilitação" da UE, e sugeriu a criação pela diplomacia portuguesa de uma estrutura de missão para acompanhar os interesses estratégicos bilaterais.

11:25 - O ministro dos Negócios Estrangeiros holandês, Bert Koenders, afirmou que a UE deve dar uma resposta a "preocupações concretas" dos cidadãos e não continuar o "business as usual" (o mesmo de sempre).

11:29 - Os presidentes da UE querem um 'divórcio' do Reino Unido o mais rapidamente possível "por muito doloroso que seja o processo", indicou um comunicado divulgado após a escolha dos britânicos pela saída do bloco europeu.

"Esperamos agora que o Reino Unido dê cumprimento à decisão do povo britânico o mais rapidamente possível, por muito doloroso que o processo possa ser", sustentam os presidentes da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, do Conselho Europeu, Donald Tusk, do Parlamento Europeu, Martin Schulz, e da presidência rotativa holandesa da UE, Mark Rutter.

11:35 - A Organização Internacional das Migrações (OIM) recordou ao Reino Unido, cuja população decidiu na quinta-feira sair da UE, que está obrigada a garantir processos migratórios seguros e legais.

11:37 - O Banco Central Europeu (BCE) afirmou que está a acompanhar de perto os mercados financeiros e que está pronto para fornecer liquidez adicional se necessário em euros e em divisas estrangeiras na sequência do 'Brexit'.

12:06 - O Presidente francês, François Hollande, considerou que o voto britânico a favor da saída da UE "põe a Europa à prova", obrigando-a a deixar "de atuar como até aqui" e "concentrar-se no essencial": segurança, investimento para o crescimento e emprego, harmonização fiscal e social e o reforço da zona euro.

12:29 - A chanceler alemã, Angela Merkel, pediu aos Estados-membros da UE para não se deixarem levar pelo ímpeto de tomar decisões demasiado "rápidas e simples", mas darem tempo a uma reflexão adequada sobre a saída do Reino Unido.

12:39 - Moscovo espera que a saída britânica da UE permita uma melhoria das relações entre o Reino Unido e a Rússia, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

12:51 - O primeiro-ministro português, António Costa, afirmou que "é um dia triste para Europa" ao comentar a decisão do Reino Unido de sair da União Europeia, mas vincou que a aliança entre Portugal e a Grã-Bretanha é muito antiga "e prosseguirá".

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.