sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Obama diz que Reino Unido e UE vão permanecer "parceiros indispensáveis"

O Presidente dos EUA, Barack Obama, garantiu hoje, numa mensagem divulgada em Bruxelas, que o país manterá as parcerias indispensáveis com o Reino Unido e com a União Europeia, sublinhando respeitar a opção do eleitorado pelo Brexit.

© Carlos Barria / Reuters

"O povo do Reino Unido falou e respeitamos a sua decisão. A relação especial entre os Estados Unidos e o Reino Unido é duradoura e o como membro da NATO, o Reino Unido continua a ser fundamental na política externa, de segurança e económica dos EUA ", disse Obama.

O líder norte-americano realçou ainda que também a relação com a União Europeia é vital, tendo contribuído "para promover a estabilidade, estimular o crescimento económico e acolher a promoção dos valores democráticos no continente e para além dele".

Obama tinha apelado ao voto pela permanência na UE durante uma visita de Estado ao Reino Unido, em abril.

Os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido vai sair a União Europeia (UE), depois de o Brexit ter conquistado 51,9 por cento dos votos no referendo de quinta-feira, cuja taxa de participação foi de 72,2%.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou já a sua demissão com efeitos em outubro.

As principais bolsas europeias abriram hoje em forte queda, com a bolsa de Londres a descer perto dos 08%, mantendo-se ao fim da manhã com perdas entre os 5% e os 11%.

Numa primeira reação, os presidentes das instituições europeias (Comissão, Conselho, Parlamento Europeu e da presidência rotativa da UE) defenderam um divórcio o mais rapidamente possível, "por muito doloroso que seja o processo".

Lusa

  • O filme do referendo britânico

    Brexit

    Filme dos acontecimentos do referendo à saída do Reino Unido da União Europeia, desde o início da votação às reações aos resultados em que o 'Brexit' conquistou 51,9% dos votos no referendo de quinta-feira.

  • E agora, como vai ser?

    Brexit

    Os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido vai sair da UE, depois de o 'Brexit' ter conquistado 51,9% dos votos no referendo de quinta-feira, cuja taxa de participação foi de 72,2%. O primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou já a sua demissão com efeitos em outubro. E agora, como vai ser? Fica aqui as perguntas e respostas sobre o impacto do referendo no Reino Unido.

  • O efeito dominó do Brexit

    Brexit

    Depois dos britânicos, cinco países já admitiram vir a referendar a sua permanência na União Europeia. No total foram quatro estados-membros e a Turquia que, ainda sem oficializar a adesão, já deu sinais de que a questão deve ir a consulta popular.

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.