sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

PM húngaro considera que britânicos responderam à pressão migratória

O primeiro-ministro da Hungria, o conservador Viktor Orbán, disse hoje que os britânicos, ao decidirem pela saída da União Europeia, "conseguiram uma solução para a pressão migratória".

Viktor Orban, primeiro-ministro húngaro (Arquivo)

Viktor Orban, primeiro-ministro húngaro (Arquivo)

© Laszlo Balogh / Reuters

"A questão decisiva foi a migração. Os britânicos encontraram uma resposta para resistir", disse o chefe do governo húngaro, em declarações à rádio Kossuth.

Orbán acrescentou que vai respeitar a decisão dos britânicos, argumentando que "é um direito de todas as nações decidirem o seu próprio destino".

"Bruxelas deve ouvir a voz das pessoas", acrescentou Viktor Orbán, referindo que acredita "numa União Europeia forte, capaz de dar respostas que a fazem mais forte, como, por exemplo, em relação às migrações".

Orbán disse também que a "Hungria acredita na União Europeia", mas acusa Bruxelas de não saber dar respostas ao "problema das migrações".

Os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido vai sair a União Europeia, depois de o Brexit ter conquistado 51,9% dos votos no referendo de quinta-feira, segundo os resultados finais.

Os defensores da saída do Reino Unido tiveram 17,41 milhões de votos, indicam os dados divulgados no portal da BBC, após ter terminado o apuramento em todos os 382 círculos eleitorais.

Já os partidários da permanência do Reino Unido na União Europeia obtiveram 16,14 milhões de votos.

A taxa de participação no referendo foi de 72,2%.

Lusa

  • Nuno Espírito Santo volta a desenhar no quadro
    6:54

    Desporto

    O treinador do FC Porto usou hoje de novo o marcador para desenhar e assim tentar explicar-se melhor. Foi na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Sporting de Braga. "Sei que isto vai ser motivo de brincadeira, crítica e análise", disse. "Não reparem no desenho, prestem atenção ao conteúdo".

  • "A frase que mais ouço quando digo que sou blogger é: 'Mas dá para viver disso?'"

    Web Summit

    É certo e sabido que a internet e as redes sociais abriram as portas a novas realidades laborais e sobretudo a oportunidades profissionais espalhadas um pouco por todo o mundo. Portugal não foge à regra e é cada vez mais uma parte desse todo, como o demonstra a organização da WebSummit para o triénio 2016-18. Foi precisamente por lá que encontramos a Sara Riobom, uma engenheira industrial convertida à blogosfera e a fazer vida disso mesmo.

    Martim Mariano