sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Preço do barril do Brent cai 6,5 % devido ao Brexit

O preço do barril de petróleo Brent caiu hoje 6,5% e situou-se abaixo dos 47,50 dólares por barril a meio do dia em Singapura devido à iminência da saída do Reino Unido da União Europeia.

© Issei Kato / Reuters

Os britânicos votaram a favor de uma saída da União Europeia no referendo de quinta-feira.

Mais de 14 milhões de votos foram expressos em apoio à saída do bloco (52%), enquanto 13 milhões preferiram a continuidade (48%), quando falta apurar alguns milhares de votos que já não podem mudar o resultado.

Na quinta-feira, o preço do barril de petróleo Brent para entrega em agosto tinha encerrado no mercado de futuros de Londres em alta de 1,86%, para os 50,91 dólares.

Lusa

  • Reino Unido sai da UE e Cameron demite-se

    Brexit

    O primeiro-ministro britânico anunciou esta manhã ao país que deverá ser outro chefe de Governo a assumir as rédeas do Reino Unido. David Cameron dá um prazo de três meses, um período de transição após o qual sairá do Executivo britânico. Os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido vai sair a União Europeia, depois de o Brexit ter conquistado 51,9% dos votos no referendo de quinta-feira, segundo os resultados finais. O referendo no Reino Unido pode vir a ter consequências na própria composição do país. Por sua vez, o presidente do Conselho Europeu garante que a União Europeia vai manter-se unida com 27 estados-membros.

  • Vitória do Brexit pode precipitar novo referendo sobre independência da Escócia

    Brexit

    A Escócia vê o seu futuro como "parte da União Europeia", disse hoje a primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, após resultados preliminares indicarem uma vitória da saída do Reino Unido da União Europeia no referendo de quinta-feira. Sturgeon já tinha indicado que, caso fosse este o resultado, tal poderia precipitar um novo referendo sobre a independência da Escócia.

  • Madonna diz que América nunca desceu tão baixo
    2:12

    Mundo

    No mundo artístico, foram várias as vozes que se levantaram contra Trump, entre elas Madonna. A cantora disse esta quinta-feira em Nova Iorque, a propósito do dia da tomada de posse, que nunca a América desceu tão baixo. Já o ator Matthew McConaughey - que está em Londres - garantiu que não ia perder a cerimónia pela televisão.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida