sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

BCE junta dezenas de personalidades em Sintra no rescaldo do Brexit

O Banco Central Europeu (BCE) volta a reunir em Sintra, a partir de segunda-feira, algumas das mais influentes personalidades do mundo da política monetária para debater o futuro económico, monetário e financeiro internacional no rescaldo do Brexit.

© Ralph Orlowski / Reuters

O presidente do BCE, Mario Draghi, dará início aos trabalhos na segunda-feira, discursando num jantar de boas-vindas às dezenas de economistas e responsáveis internacionais que participam no ECB Forum on Central Banking.

Dedicado este ano ao "Futuro da arquitetura monetária e financeira internacionais", o Fórum do BCE juntará várias personalidades com responsabilidades políticas poucos dias depois de o Reino Unido ter decidido, na quinta-feira, deixar a União Europeia.

O impacto da decisão dos eleitores britânicos deverá ser o principal tema de discussão no Fórum, depois de na sexta-feira, as principais bolsas europeias terem encerrado em forte queda e o euro e a libra desvalorizarem para mínimos históricos.

No painel de encerramento da conferência, marcado para quarta-feira, estão previstas as intervenções do anterior presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, do próprio Mario Draghi, da presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed), Janet Yellen, e do governador do Banco de Inglaterra, Mark Carney.

As expectativas são muitas sobre o que dirão estes responsáveis, depois de Janet Yellen ter mesmo alertado -- poucos dias antes do referendo -- para as "repercussões significativas" do Brexit para a economia norte-americana e global.

O impacto do Brexit na economia global cria também maiores expectativas sobre o discurso do economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Maurice Obstfeld, principalmente depois de a diretora-geral da instituição sedeada em Washington ter defendido que o Reino Unido e a União Europeia devem trabalhar em conjunto para "garantir uma transição suave" para um novo modelo económico.

Intervêm ainda a vice-presidente do Bundesbank (banco central alemão), Claudia Buch, o governador do Banco central do Chile, Rodrigo Vergara, e o diretor-geral da Autoridade Monetária de Singapura, Ravi Menon.

A participação de vários conselheiros, académicos e responsáveis do BCE, como o ex-governador do Banco de Portugal e atual vice-presidente da instituição de Frankfurt, Vitor Constâncio, é também esperada.

O Fórum mundial ocorre também numa altura em que a taxa de inflação na zona euro permanece em terreno negativo: os dados mais recentes, de maio, apontam para uma taxa de inflação homóloga na zona euro nos -0,1%, o que compara com -0,2% em abril.

No final de 2014 a taxa de inflação da zona euro apresentou valores negativos e, desde então, tem oscilado entre valores negativos e positivos, mas baixos, sem ultrapassar os 0,3% - apesar das políticas "não convencionais" que têm vindo a ser aplicadas pelo BCE, para combater a deflação e estimular a economia.

O BCE tem como mandato uma taxa de inflação da zona euro inferior, mas próxima, dos 2%.

Esta conferência do BCE replica um modelo que a Reserva Federal (Fed) norte-americana realiza desde 1978 numa cidade do Kansas, Jackson Hole, que deu nome ao evento que a Fed promove anualmente. No ano passado, o BCE realizou a sua primeira conferência mundial em Sintra.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.