sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

Removidas 77.000 assinaturas falsas de petição para segundo referendo

As autoridades parlamentares britânicas removeram, pelo menos, 77.000 assinaturas consideradas "falsas" da petição que pede um segundo referendo à permanência do Reino Unido na União Europeia, na sequência de uma investigação lançada pela Comissão das Petições.

© Russell Boyce / Reuters

Segundo uma declaração publicada hoje na conta do Twitter da Comissão das Petições, um órgão da Câmara dos Comuns constituído por deputados de vários partidos, foram retiradas cerca de 77.000 assinaturas fraudulentas.

A petição reivindica a introdução de uma norma que obrigue a convocar um segundo referendo caso a votação pela saída ou permanência na UE esteja abaixo de 60%, com uma participação de 75%, e contava com mais de três milhões de subscritores hoje à tarde.

Depois da vitória do 'Brexit', com 51,9% dos votos, no referendo na quinta-feira - que deixou o país profundamente dividido -, a página da Câmara dos Comuns na internet colapsou devido ao elevado número de pessoas que entraram para aderir à proposta.

O elevado número de assinaturas, muitas das quais de cidadãos fora do Reino Unido e em alguns casos em número superior ao da população total, levantou suspeitas, obrigando a comissão a lançar uma investigação para apurar eventuais fraudes.

De acordo com o jornal The Telegraph, 39.411 habitantes da Cidade do Vaticano, onde reside o Papa, teriam assinado a petição no domingo de manhã, apesar da cidade-Estado não contar com mais de 800 pessoas.

Na isolada Coreia do Norte, um dos países do mundo com menos ligações à internet, 23.778 pessoas teriam dado o seu aval à petição.

Locais sem habitantes permanentes, como os territórios britânicos ultramarinos da Geórgia do Sul e das Ilhas Sandwich, situados a sul das ilhas Falkland (Malvinas), geraram mais de 3.000 assinaturas, cerca de 300 mais do que as provenientes do Território Antártico Britânico, onde vivem cerca de 400 cientistas.

Foram também registadas assinaturas de locais tão remotos como as ilhas de Aruba (101), Bermudas (564), China (432), Hong Kong (2.089), Japão (742), Venezuela (24) e as ilhas do Pacífico Sul de Tuvalu (18), Wallis e Fortuna (8) e Vanuatu (31).

Lusa

  • Admissão de efetivos nas Forças Armadas aquém do pedido pelas chefias
    1:42

    País

    O Ministério das Finanças autorizou a admissão de mais efetivos nas forças armadas, este ano mas a integração fica muito abaixo do número pedido pelas chefias militares. Mário Centeno só terá autorizado a integração de cerca de três mil militares em vez das cinco mil vagas propostas pelas chefias do Exército, Força Aérea e Marinha.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08