sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Políticos franceses querem inglês fora da UE como língua oficial

Os puristas franceses nunca aceitaram bem o facto do inglês lhes ter sido imposto e alguns aproveitaram o Brexit como uma forma de se livrarem da língua de Shakespeare, pelo menos na sede da União Europeia (UE).

© Reinhard Krause / Reuters

Quando o choque da decisão de sair da UE começou, dois políticos franceses pediram que o Reino Unido, antes de ir embora, levasse a sua língua consigo.

"A língua inglesa já não tem qualquer legitimidade em Bruxelas", escreveu na rede social Twitter o autarca de extrema-direita de uma cidade do Sul de Beziers, em França, Robert Menard.

O desprezo pela língua inglesa pareceu atravessar todas as divisões políticas, quando o político de extrema-esquerda Partido de Esquerda, Jean-Luc Melenchon, escreveu também no Twitter: "O inglês já não pode ser a terceira língua oficial do parlamento europeu".

Vários utilizadores da rede social perguntaram a Menard e Melenchon o que é os irlandeses que falam inglês iriam falar caso aquela língua desaparecesse.

Menard lembrou que a primeira língua da Irlanda era oficialmente o gaélico.

A União Europeia tem 24 línguas oficiais e de trabalho.

Em 2014, um relatório da empresa de treino de línguas internacional Education First revelou que a França era o país da União mais fraco no que diz respeito à língua inglesa e que "fazia pouco esforço para melhorar".

"Melhorar as competências de inglês do país não é um tema de debate nacional. Apenas haveria debate público, se fosse proposto que o inglês tivesse alguma importância oficial", lê-se no relatório.

Apesar do estereótipo de que os franceses se coíbem de falar inglês, muitos jovens franceses querem melhorar as suas competências e adotaram muitos anglicanismos na linguagem do dia-a-dia.

"Nós sabemos que chove muito em Inglaterra e que em França estão a chover anglicismos", disse a Academia Francesa na sua página na Internet - que acompanha de perto o aumento de palavras inglesas na linguagem francesa, como os 'brainstorming' e 'briefing' usados pelos empresários.

Lusa

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    A capital da Itália foi esta manhã sacudida por três sismos em apenas uma hora, de entre 5,3 e 5,7 na escala de Richter, não havendo até ao momento registo de vítimas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".