sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Reino Unido vai criar unidade governativa para negociar saída da UE

O Governo britânico vai criar uma nova unidade de serviço público, cuja tarefa vai ser negociar a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), anunciou hoje a porta-voz do primeiro-ministro, David Cameron.

A nova unidade governativa deverá "desenvolver um intensivo trabalho de serviço civil nos assuntos que terão de ser preparados para apresentar opções e conselhos ao novo primeiro-ministro", disse.

A proposta de estabelecer um gabinete para negociar o Brexit foi feita por David Cameron e foi apoiada pelo Conselho de ministros.

David Cameron anunciou a sua demissão na quinta-feira, com efeitos em outubro, depois da maioria dos britânicos (52%) ter optado pelo Brexit.

A resolução foi apresentada na mesma altura em que Downing Street, residência oficial e escritório do primeiro-ministro, desvalorizou a petição por um novo referendo dentro do reino, para debater a independência da Escócia, passados menos de dois anos desde a última consulta popular sobre o mesmo tema.

"A última coisa que a Escócia precisa agora é de outro referendo divisionista", disse também a porta-voz, alegando que "as razões para a Escócia estar no Reino Unido são tão fortes como eram há 18 meses".

O Governo britânico afirmou também que "não vai tolerar a intolerância", após vários incidentes racistas ou xenófobos terem sido levados a cabo depois do resultado do referendo de quinta-feira, que deu vitória ao Brexit.

Os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido deve sair da UE, depois de o Brexit (nome como ficou conhecida a saída britânica da União Europeia) ter conquistado 51,9% dos votos no referendo de quinta-feira.

O Conselho Europeu reúne-se na terça e quarta-feira em Bruxelas para analisar os cenários pós-Brexit.

Lusa

  • Reino Unido só deve ativar artigo 50 quando tiver "visão clara" do futuro
    0:37

    Brexit

    O ministro das Finanças britânico diz que o Reino Unido só deve ativar o artigo 50 para deixar a União Europeia quando tiver uma "visão clara" do seu futuro. George Osborne lembrou que acionar o artigo 50 dos Tratados Europeus envolve tempo e que, enquanto isso, o departamento de responsabilidade orçamental deve começar a desenhar um plano para o país depois do resultado do referendo da passada quinta-feira que deu a vitória à saída da União Europeia.

  • Ministro das Finanças britânico diz que Reino Unido está preparado para desafios
    0:33

    Brexit

    O ministro das Finanças do Reino Unido disse que não se avizinham tempos fáceis para a economia do país depois do resultado do referendo sobre a saída da União Europeia. George Osborne diz que não vão ser impostas novas medidas fiscais enquanto não houver um novo primeiro-ministro e garante que a economia britânica está segura o suficiente para aguentar o que está para vir.

  • Sérgio Conceição no radar do FC Porto

    Desporto

    O treinador português e os seus representantes têm marcada para esta sexta-feira uma reunião decisiva com o FC Porto. Sérgio Conceição poderá ser o sucessor de Nuno Espírito Santo no comando técnico dos dragões.

  • Morreu José Manuel Castello-Lopes

    Cultura

    O empresário de cinema morreu esta quinta-feira aos 86 anos. A notícia da morte foi avançada hoje pela Academia Portuguesa de Cinema na sua página de Facebook.

  • Grupo armado mata 28 cristãos no Egito
    1:03
  • PSD quer criar taxa sobre a Uber e Cabify
    1:21

    Economia

    O PSD quer criar uma taxa sobre a Uber e Cabify para regulamentar as plataformas de transporte. A proposta deu entrada esta sexta-feira, no Parlamento, e procura ser uma alternativa ao projeto lei do Governo para o setor.

  • Médico português a caminho de Mossul
    3:01

    País

    Um médico português vai partir para o Iraque, no final do mês, para integrar uma equipa dos Médicos Sem Fronteiras. Gustavo Carona vai para Mossul, uma cidade bastião dos jihadistas, que tem sido palco de uma violenta guerra entre o Daesh e as forças iraquianas.

  • Filho de Eduardo dos Santos gasta 500 mil euros em relógio

    Mundo

    Desta vez não é Isabel dos Santos que dá que falar, mas sim um outro filho do Presidente de Angola. Danilo dos Santos arrematou um relógio por 500 mil euros, num leilão em Cannes. O momento foi partilhado através de um vídeo no Instagram, no qual aparece o ator Will Smith a comentar que o jovem "parece demasiado novo para ter 500 mil euros".

  • O "chega p'ra lá" de Trump
    2:35
  • A promessa e a peregrinação do Presidente no Luxemburgo
    2:28

    País

    O Presidente da República promete voltar ao Luxemburgo até ao final do ano, se houver mais 10 mil portugueses recenseados até julho. Marcelo Rebelo de Sousa participou esta quinta-feira na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, que todos os anos recebe milhares de emigrantes portugueses.

    Enviados SIC