sicnot

Perfil

Brexit

Paulo Rangel diz que é pouco "plausível" um regresso do Reino Unido à UE

Paulo Rangel diz que é pouco "plausível" um regresso do Reino Unido à UE

Paulo Rangel, sublinha que se o Reino Unido não apresentar uma notificação formal de que quer sair da União Europeia, não parece haver espaço para negociação com os outros países-membro. O eurodeputado referiu ainda que um possível regresso do Reino Unido à União Europeia, sem notificação, é um cenário pouco "aceitável" mas que, ainda assim, não deve ser descartado.

  • Sessão mais emotiva do ano no Parlamento Europeu
    2:30

    Brexit

    O Parlamento Europeu aprovou a resolução que pede a ativação imediata do processo de saída do Reino Unido. A votação aconteceu depois de vários discursos inflamados a favor e contra a União Europeia. O mais marcante foi o do britânico que liderou a campanha pelo Brexit que acabou por ser apupado. Os eurodeputados escoceses pedem apoio para se manterem na União Europeia.

  • "O grande desafio é atacar as causas do Brexit"
    6:35

    Brexit

    Bernardo Ferrão da SIC está em Bruxelas, onde entrevistou, em exclusivo, o primeiro-ministro. António Costa chegou ao Conselho Europeu com um discurso crítico sobre o atual estado da União Europeia e diz que é mais importante olhar para as causas do Brexit, do que pensar quando é que o Reino Unido vai ativar o artigo 50. O primeiro-ministro defende ainda que o processo tem de ser feito em "espírito amigável" e sem pressas. Quando questionado sobre outros possíveis referendos, António Costa lembrou que as decisões, como a do Reino Unido, resultam da "campanha do medo".

  • União Europeia à espera do pedido formal do Brexit
    2:11

    Brexit

    A saída do Reino Unido é o assunto central da cimeira de líderes que decorre em Bruxelas. Cameron quer que as negociações sejam construtivas mas vários chefes de Estado avisam que não há negociação sem o pedido formal de saída. A Holanda diz que não é razoável pressionar o Reino Unido.

  • Eurodeputado britânico admite pedir cidadania irlandesa e viver em Portugal
    2:38

    Brexit

    Uma das consequências do Brexit é o regresso ao Reino Unido dos eurodeputados britânicos que, como Charles Tannock, vão ficar sem emprego em Bruxelas. O eurodeputado, que representa há 17 anos o Partido Conservador no Parlamento Europeu, já viveu em Portugal e admitiu à SIC a possibilidade de pedir a cidadania irlandesa e regressar a Portugal.

  • Paula Brito e Costa continua a trabalhar na Raríssimas

    País

    Depois de ter apresentado a demissão do cargo de presidente da Raríssimas, Paula Brito e Costa mantém-se a exercer funções na associação, apurou a SIC. Identifica-se agora como diretora-geral e já comunicou isso mesmo a alguns funcionários.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Lince ibérico esteve à venda no OLX

    País

    Um anúncio de venda de um lince ibérico, por 1.500 euros, foi publicado esta semana no site de classificados OLX, com uma morada de Alcoutim, no Algarve. A autenticidade da publicação não foi confirmada, mas em setembro foi encontrada a coleira de um lince ibérico precisamente em Alcoutim. As autoridades estão a investigar.

    SIC

  • Estabilização dos solos nas áreas ardidas
    1:58

    País

    Está a começar uma intervenção de emergência para estabilizar os solos nas áreas ardidas nos incêndios florestais. O trabalho das equipas que estão no terreno arrancou na zona da Lousã mas vai passar por vários concelhos como Pampilhosa da Serra e Vila Real.