sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Cameron diz que líder trabalhista deve demitir-se

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, incentivou hoje o líder da oposição, Jeremy Corbyn, a demitir-se da liderança do partido Trabalhista em nome "do interesse nacional".

© Reuters Photographer / Reuter

"Sem dúvida, está nos interesses do meu partido que ele esteja lá sentado, mas não nos interessas nacionais. Por amor de Deus, homem, saia!" disse Cameron sobre Corbyn durante uma sessão parlamentar.

David Cameron encontra-se demissionário, devendo abandonar o cargo em outubro, depois da vitória dos partidários da saída do Reino-Unido da União Europeia no referendo de 23 de junho.

A bancada parlamentar do partido Trabalhista impôs na terça-feira uma moção de desconfiança a Jeremy Corbyn, com 172 deputados a apoiarem a saída do líder, contra 40 que defenderam a continuidade de Corbyn. A votação não é, no entanto, vinculativa e Corbyn já anunciou que não se demite.

Entretanto, a corrida ao cargo de primeiro-ministro, para sucessão de Cameron, começa hoje com dois favoritos: Boris Johnson, ex-presidente da Câmara de Londres e um dos maiores defensores do 'Brexit' e a ministra do Interior, Theresa May, que pode vir a ter o apoio oficial do partido.


Lusa

  • Reclusos que fugiram de Caxias tiveram cúmplices
    1:59

    País

    Uma falha de Portugal poderá explicar a libertação de um dos dois chilenos que fugiram de Caxias e foram apanhados em Espanha. As autoridades portuguesas atrasaram-se a enviar o mandado de detenção e a polícia espanhola libertou o fugitivo. Na investigação da fuga, acredita-se que os 3 reclusos tiveram cúmplices e a namorada de um deles já foi interrogada.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.