sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Obama admite "preocupações" quanto ao crescimento económico a longo prazo

O Presidente norte-americano, Barack Obama, disse hoje que "preocupações legítimas pesam sobre o crescimento económico mundial a longo prazo", depois de os britânicos terem votado a favor da saída da União Europeia (UE).

© Kevin Lamarque / Reuters

"Penso que existem algumas preocupações legítimas a longo prazo quanto ao crescimento global, se, de facto, o Brexit acontecer e isso congela as possibilidades de investimento na Grã-Bretanha ou na Europa como um todo", afirmou Obama numa cimeira com os seus homólogos canadiano e mexicano na capital canadiana, Otava.

"Numa altura em que a taxa de crescimento global já é fraca, isto não ajuda", acrescentou.

Por outro lado, Obama mostrou-se "confiante" que a decisão britânica de deixar a União Europeia não vai afetar o sistema financeiro global, num dia em que os mercados voltaram a recuperar das perdas do pós-Brexit.

"Tendo em conta a votação do Reino Unido no sentido de sair da União Europeia, as nossas equipas económicas vão continuar a trabalhar em conjunto para nos mantermos focados no crescimento das nossas economias e garantirmos que o sistema financeiro global é estável, é algo que estou confiante que conseguiremos fazer", salientou Obama.

Lusa

  • Rajadas de vento em Moscovo atingem os 110 km/hora
    0:57

    Mundo

    A passagem de uma tempestade por Moscovo fez pelo menos 11 mortos e mais de 50 feridos. Os ventos fortes, que chegaram aos 110 km/hora, destruíram carros e telhados e provocaram atrasos nos transportes. Na região de Stavropol, mais de 60 mil pessoas foram retiradas de casa por perigo de cheias.