sicnot

Perfil

Brexit

Para ficar no mercado único, Londres deve aceitar livre circulação de pessoas

Para ficar no mercado único, Londres deve aceitar livre circulação de pessoas

O presidente do Conselho Europeu diz que o Reino Unido terá que aceitar as regras de livre circulação, se quiser permanecer no mercado único. No final da reunião dos 27, Donald Tusk sublinhou que os líderes europeus estão determinados em manter a coesão da União Europeia.

  • Juncker diz que Escócia ganhou o direito de ser ouvida em Bruxelas
    0:32

    Brexit

    O presidente da Comissão Europeia diz que a Escócia ganhou o direito de ser ouvida em Bruxelas. Esta tarde está previsto um encontro entre Jean-Claude Juncker e a primeira-ministra da Escócia. Juncker diz no entanto que não cabe nem à Comissão Europeia, nem ao Conselho Europeu, interferir no processo de cisão da Escócia do Reino Unido.

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.