sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

"Brexit não pode ser cancelado ou adiado"

"Brexit não pode ser cancelado ou adiado"

O Presidente francês voltou hoje a afirmar que o Brexit não pode ser cancelado ou adiado. O novo alerta de François Hollande foi feito em França, depois de um encontro com o primeiro-ministro britânico demissionário, David Cameron.

"A decisão foi tomada, não pode ser adiada e não pode ser cancelada, agora vão ter de enfrentar as consequências", disse Hollande aos repórteres à margem das cerimónias do centenário da batalha de Somme, no norte de França.

"Estar na União Europeia (UE) tem vantagens" disse.

"E isso... é o que os britânicos estão a começar a perceber. Aqueles que estavam tentados com o 'Brexit' estão agora a começar a repensar o assunto", continuou o Presidente francês.

Hollande disse que um 'Brexit' rápido "evitaria todas as incertezas e instabilidade, especialmente nos domínios económico e financeiro. Quanto mais rápido acontecer, melhor para eles".

O Presidente francês acrescentou que, uma vez recebida a indicação do próximo primeiro-ministro britânico que vai substituir Cameron -- que anunciou a sua vontade de se demitir -- vai iniciar-se uma fase de negociações nunca superior a dois anos.

Mais tarde, "dar-se-á um estatuto ao Reino Unido, que não continuará na UE, mas que poderá, com certas condições a serem negociadas, continuar vinculado ao mercado único", explicou.

Quanto às cerimónias de hoje, estava previsto que seria o primeiro-ministro Manuel Valls a representar a França, mas na sequência do referendo que ditou a saída do Reino Unidos da UE - faz hoje uma semana -- Hollande decidiu que seria ele a representar o Estado francês.

Para além de Cameron, também se deslocaram a Thiepval, onde se encontra o memorial da batalha de Somme, vários membros da família real britânica.

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • Mais de duas mil pessoas retiradas do fogo junto ao parque Doñana, no Sul de Espanha

    Mundo

    O incêndio florestal começou ainda na noite deste sábado na aldeia de Las Peñuelas de Moguer, na província de Huelva e obrigou à evacuação de várias localidades e à retirada de mais de duas mil pessoas, de vários alojamentos turísticos (incluindo o Parador de Mazagon, dois parques de campismo e um hotel). Foi ainda ativado o plano de emergência da província.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.