sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Líder trabalhista Jeremy Corbyn perde apoio entre militantes

O líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, pressionado a demitir-se pelo seu grupo parlamentar, perdeu apoio entre os militantes, segundo uma sondagem publicada hoje pelo diário The Times.

Líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn.

Líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn.

© Peter Nicholls / Reuters

O estudo de opinião, realizado pela empresa YouGov para aquele diário, concluiu que 50% dos militantes inquiridos apoia Jeremy Corbyn, menos 14 pontos percentuais do que em maio.

Outros 47% afirmam que não apoiam o líder, uma subida de 14 pontos percentuais face a maio.

A YouGov entrevistou 1.203 militantes Partido Trabalhista, principal partido da oposição no Reino Unido, entre 27 e 30 de junho.

Jeremy Corbyn tem sido pressionado a demitir-se por vários membros do partido que o acusam de não se ter envolvido suficientemente na campanha pela permanência na União Europeia (UE), derrotada no referendo da semana passada.

Na segunda-feira, depois de uma série de demissões de "ministros sombra" durante o fim de semana, 81% dos deputados trabalhistas votaram a favor de uma moção de censura ao líder, não vinculativa, aprovada com 172 votos a favor e 40 contra.

Apesar das pressões, Corbyn tem recusado demitir-se, argumentando que tem o apoio das bases, e assegurou que se os deputados forçarem uma nova moção de censura, voltará a ser candidato à liderança.

Perante a recusa, a liderança de Corbyn só pode ser posta em causa se um deputado a desafiar, desde que tenha o apoio de pelo menos 50 outros parlamentares.

A imprensa britânica tem citado fontes trabalhistas segundo as quais a deputada Angela Eagle, antiga porta-voz trabalhista para as empresas, tencionava desafiar na quinta-feira a liderança de Corbyn, mas decidiu adiar a iniciativa.

A YouGov questionou os militantes acerca de uma disputa da liderança entre os dois, concluindo que 50% apoiaria Corbyn e 40% Eagle.

Lusa

  • Jorge Sampaio dá as boas-vindas a 54 estudantes sírios que chegaram esta madrugada a Lisboa
    0:30

    País

    O avião da Força Aérea Portuguesa vindo de Beirute aterrou no Aeroporto Militar Figo Maduro, em Lisboa, às 4h30. Estes estudantes vão, numa primeira fase, frequentar um curso intensivo de português. Depois serão integrados em universidades e politécnicos de Lisboa, no âmbito do programa de bolsas de estudo de emergência para estudantes sírios dirigido por Jorge Sampaio.

  • Carlos César promete reforço da transparência de titulares de cargos políticos
    2:13

    País

    O recém re-eleito presidente do PS apontou reforço da transparência de titulares de cargos políticos como uma das prioridades do partido, no discurso que fez esta mmanhã no congresso socialista. Enquanto isso, à porta do Centro de Exposições da Batalha, lesados do BES esperavam Costa e César para exigir o cumprimento de promessa.

  • "Acabámos com o mito de que é a direita que sabe governar as finanças públicas"
    2:15
  • Conselhos sobre as novas regras de proteção de dados 
    2:08
  • Protestos em Gaza vão continuar promete Hamas
    1:19

    Mundo

    Na fronteira da Faixa de Gaza com Israel, dezenas de palestinianos ficaram feridos noutra sexta-feira de protesto contra o bloqueio israelita. O Hamas que controla o território diz que as manifestações vão continuar apesar da repressão.

  • Jogo é a 3.000 km de Madrid mas em Santiago de Bernabéu está tudo a postos para a festa
    1:49
  • Restaurantes para grávidas, rooftops e uma viagem pelo Douro vinhateiro
    12:58