sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

UE deve "sair por cima" e tratar do que britânicos travavam

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou hoje que a Europa "deve sair por cima" do Brexit, lançando os projetos que pensava condenados a um veto britânico e melhorando a comunicação.

Christine Lagarde, diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI)

Christine Lagarde, diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI)

© Leonhard Foeger / Reuters

Numa conferência económica em Aix-en-Provence, no sul de França, Lagarde referiu-se a "tantas coisas que uma e outra vez os comissários europeus diziam que não podiam ser feitas por causa dos britânicos", para defender que esses projetos devem ser empreendidos quando o Reino Unido deixar de estar "sentado à mesma mesa".

"Isso seria um verdadeiro projeto para estimular" a construção europeia, disse, acrescentando que para a economia mundial é "fundamental que os europeus decidam sair por cima do Brexit".

A diretora do FMI frisou por outro lado a importância de a União Europeia melhorar a comunicação.

"É preciso evidentemente trabalhar a realidade económica, mas também imperativamente ocupar-se das perceções", disse. "Se há um enorme fosso entre as perceções dos povos e a realidade, há um problema real de comunicação", acrescentou.

Lagarde afirmou que, apesar de tudo, a saída do Reino Unido da UE está "entre aspas", uma vez que até que Londres acione o artigo 50.º que dá início ao prazo de dois anos de negociações, "tudo - as suas obrigações, as suas contribuições financeiras" continuam iguais.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.