sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Polícia confirma aumento dos crimes com motivação racial no Reino Unido

A polícia britânica reportou hoje um aumento significativo do número de crimes por motivação racial nas semanas que antecederam e sucederam ao referendo no Reino Unido sobre a saída da União Europeia, dominado pelo debate sobre a imigração.

© Neil Hall / Reuters

Mais de 3 mil incidentes foram denunciados à polícia em todo o Reino Unido entre 16 e 30 de junho, o que representa um aumento de 42 pontos percentuais em relação ao mesmo período no ano passado, de acordo com dados do Conselho-Chefe da Polícia National britânico, noticiados pela agência France Presse.

"Temos agora uma indicação clara do aumento das queixas de crimes raciais em todo o país e podemos ver que há um claro aumento nas últimas semanas", anunciou Mark Hamilton, o oficial responsável pelos crimes de motivação racial no Conselho, citado pela AFP.

"Isto é inaceitável e põe em perigo a diversidade e tolerância que devíamos celebrar", acrescentou.

O mesmo responsável referiu que houve um pico nas queixas de ofensas no dia 25 de junho, o dia seguinte ao anúncio do resultado do referendo, com 289 incidentes reportados ou identificados pela polícia. O número de incidentes identificados tem vindo a decrescer desde então.

Para este aumento contribuíram também dois fatores, de acordo com a polícia: maior vigilância das autoridades e aumento do nível de alerta por parte da população.

A mais comum das 3.076 ofensas foi o assédio e provocação, nas mais variadas manifestações, desde o insulto verbal ao ataque físico.

Estes números foram divulgados um dia depois de vários envelopes com mensagens insultuosas e com pó branco -- que veio a verificar-se ser inofensivo - terem sido enviados para mesquitas em Londres, e para um deputado muçulmano da Câmara dos Lordes, câmara alta do Parlamento britânico.

A câmara alta do Parlamento britânico chegou a estar parcialmente encerrada durante uma hora e meia na quinta-feira, depois de a polícia ter sido chamada a investigar a natureza da ameaça relacionada com a carta enviada ao deputado, Nazir Ahmed.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.