sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Polícia confirma aumento dos crimes com motivação racial no Reino Unido

A polícia britânica reportou hoje um aumento significativo do número de crimes por motivação racial nas semanas que antecederam e sucederam ao referendo no Reino Unido sobre a saída da União Europeia, dominado pelo debate sobre a imigração.

© Neil Hall / Reuters

Mais de 3 mil incidentes foram denunciados à polícia em todo o Reino Unido entre 16 e 30 de junho, o que representa um aumento de 42 pontos percentuais em relação ao mesmo período no ano passado, de acordo com dados do Conselho-Chefe da Polícia National britânico, noticiados pela agência France Presse.

"Temos agora uma indicação clara do aumento das queixas de crimes raciais em todo o país e podemos ver que há um claro aumento nas últimas semanas", anunciou Mark Hamilton, o oficial responsável pelos crimes de motivação racial no Conselho, citado pela AFP.

"Isto é inaceitável e põe em perigo a diversidade e tolerância que devíamos celebrar", acrescentou.

O mesmo responsável referiu que houve um pico nas queixas de ofensas no dia 25 de junho, o dia seguinte ao anúncio do resultado do referendo, com 289 incidentes reportados ou identificados pela polícia. O número de incidentes identificados tem vindo a decrescer desde então.

Para este aumento contribuíram também dois fatores, de acordo com a polícia: maior vigilância das autoridades e aumento do nível de alerta por parte da população.

A mais comum das 3.076 ofensas foi o assédio e provocação, nas mais variadas manifestações, desde o insulto verbal ao ataque físico.

Estes números foram divulgados um dia depois de vários envelopes com mensagens insultuosas e com pó branco -- que veio a verificar-se ser inofensivo - terem sido enviados para mesquitas em Londres, e para um deputado muçulmano da Câmara dos Lordes, câmara alta do Parlamento britânico.

A câmara alta do Parlamento britânico chegou a estar parcialmente encerrada durante uma hora e meia na quinta-feira, depois de a polícia ter sido chamada a investigar a natureza da ameaça relacionada com a carta enviada ao deputado, Nazir Ahmed.

Lusa

  • Tribunal de Contas apresentou reservas em relação ao SIRESP em 2006

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O Tribunal de Contas avisou em 2006 que o Estado poderia sair prejudicado nos moldes em que o Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP) estava a ser desenhado. De acordo com a edição de hoje do Jornal de Notícias, terão sido a ausência de um concurso público, a falta de tempo para a apresentação de propostas e mexidas no caderno de encargos a motivar as reservas do tribunal.

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Chef russo aconselha bife tártaro aos jogadores portugueses
    1:29
  • Bispo do Mali terá contas na Suíça com 12 M€
    1:49

    Mundo

    Há uma polémica a envolver um novo cardeal da Igreja católica. Um bispo do Mali, escolhido pelo Papa para o colégio cardinalício, está a ser relacionado com contas na Suíça onde estarão depositados milhões de euros. A cerimónia que o fará cardeal está marcada para hoje.

  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.