sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Maioria dos britânicos não quer novo referendo ao Brexit

A maioria dos britânicos não quer um segundo referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia, depois da vitória do Brexit na consulta aos eleitores do passado dia 23 de junho.

Reuters

De acordo com uma sondagem que publicaram hoje os jornais ingleses The Sunday Mirror e The Independent, citada pela agência EFE, 57% dos inquiridos recusa voltar às urnas para se pronunciar sobre a rutura entre Londres e Bruxelas, e apenas 29% se manifesta favorável a uma nova consulta.

A sondagem, que ouviu 2.097 pessoas entre 13 e 15 de julho, também indica que 46% considera que a nova primeira ministra, a conservadora Theresa May, deve permanecer no cargo sem necessidade de que sejam convocadas novas eleições.

A primeira-ministra britânica obteve a aprovação de 55% dos inquiridos, enquanto apenas 13% considera que o líder da oposição, o trabalhista Jeremy Corbyn, "é um líder nacional forte".

No plano internacional, quase metade dos inquiridos entende que May fará um melhor trabalho, e apenas 11% aposta em Corbyn.

Por outro lado, entre os mais de dois mil auscultados neste estudo, 42% defende que o líder trabalhista entende melhor as necessidades das pessoas comuns, enquanto a sua rival, Theresa May, apenas recebe este voto de confiança de 31% das pessoas.

Sobre a sucessão do ex-primeiro-ministro David Cameron, que se demitiu na sequência da vitória do Brexit, 36% dos inquiridos acredita que May será uma melhor chefe de executivo.

Lusa

  • Blair quer novo referendo no Reino Unido
    0:19

    Brexit

    O antigo primeiro-ministro britânico Tony Blair defende a realização de um novo referendo sobre a permanência do Reiuno Unido na União Europeia. Em entrevista à Sky News, Blair disse que os eleitores têm o direito de mudar e que devem ser consideradas todas as opções.

  • Parlamento britânico discute petição para novo referendo
    2:29

    Brexit

    O parlamento britânico debate uma petição para um novo referendo já na próxima terça-feira. Neste momento já há muitos arrependidos com o voto pela saída por causa das consequências imediatas da vitória do Brexit, e das que ainda se desconhecem. Somam-se a estes, os descontentes que querem um novo referendo em que haja um mínimo de 75% de afluência às urnas.

  • Petição online para novo referendo bloqueia site do Governo britânico

    Brexit

    A vitória do Brexit no Reino Unido deixou muitos britânicos em choque, os 48% de eleitores que votaram a favor da manutenção na União Europeia (UE) estão inconformados e foi divulgada na internet uma petição parlamentar a favor de um segundo referendo. O documento conseguiu rapidamente cerca de 84 mil assinaturas, a uma média de 100 por minuto, e a enorme afluência bloqueou o site do Governo de Londres.

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.