sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Economia britânica recua para valores de 2009

A saída do Reino Unido da União Europeia é apontada como o principal motivo para que a economia tenha recuado para valores de 2009, altura da crise financeira global.

A conclusão é de um estudo da Markit, uma empresa de serviços de informação financeira. O documento demonstra que desde a decisão dos britânicos de sair da União Europeia, houve uma quebra da atividade em todos os setores de produção.

A exceção vai apenas para as exportações que beneficiaram da desvalorização da moeda britânica em relação ao euro e ao dólar.

A consultora diz que a contração económica está a ser motivada pelo maior cancelamento de encomendas desde 2012 e por uma queda acentuada da confiança no setor dos serviços, o motor da economia britânica.

A economia do Reino Unido estava em ligeiro crescimento nos primeiro seis meses do ano, antes do referendo de 23 de junho, que ditou a saída dos britânicos do grupo dos 28.

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14