sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Tusk recusa negociar Brexit antes de Londres iniciar formalmente o processo

© Thomas Peter / Reuters

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, advertiu esta quinta-feira que não haverá negociações sobre a futura relação do Reino Unido com a UE antes de Londres iniciar formalmente o processo, para garantir a proteção dos interesses dos Estados-membros.

"A nossa posição é muito clara: não haverá negociações sem notificação", disse Tusk à imprensa no Luxemburgo após uma reunião com o primeiro-ministro luxemburguês, Xavier Bettel.

Donald Tusk referia-se à "cláusula de saída", o artigo 50.º do Tratado de Lisboa, que Londres deve acionar notificando o Conselho Europeu.

A notificação lança um processo de negociações de até dois anos.

"Esse princípio está inscrito nos nossos tratados por uma razão: proteger os interesses dos outros membros da UE que querem continuar juntos e não os daquele que decide sair", disse.

"Não vamos transigir nesse princípio", insistiu.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, tem afirmado que não vai acionar o artigo 50.º antes do final de 2016.

Donald Tusk está a visitar várias capitais europeias para preparar a cimeira informal a 27 de Bratislava, de 16 de setembro.

Essa cimeira servirá para debater o futuro da UE pós-Brexit, mas será também consagrada às questões de segurança e defesa.

"É minha convicção profunda que devemos ter como prioridade recuperar o controlo total da nossa segurança, tanto no interior da UE como nas nossas fronteiras externas", disse Tusk.

"Não foi por acaso que esta questão e a dos fluxos migratórios dominaram a campanha do referendo britânico", comentou.

Lusa

  • Lei que permite a entrada de animais em espaços de restauração gera dúvidas
    2:23

    País

    A lei que permite a entrada de animais de companhia em estabelecimentos de restauração, que entrou hoje em vigor, está a gerar dúvidas para os proprietários. Até ao momento são poucos os estabelecimentos que aderiram e a previsão é para que assim continue. A DECO questionou 1800 pessoas sobre a presença dos animais nos restaurantes e apenas 25% votou a favor.

  • Trump arrasa restaurante que expulsou a sua assessora de imprensa

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, arrasou um restaurante da Virgínia que recusou servir a sua assessora de imprensa, Sarah Huckabee Sanders, escrevendo na sua conta de Twitter que o restaurante se devia concentrar na limpeza dos seus toldos e portas "imundos".