sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Schäuble admite que Alemanha terá de pagar mais para a UE

O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, admite que a saída do Reino Unido da União Europeia (UE) implicará uma maior carga contribuinte da Alemanha para o orçamento comunitário, noticiou este sábado a revista Der Spiegel.

Num documento interno, os assessores do ministro advertem que o Brexit implica a "perda do segundo contribuinte líquido" para os gastos de funcionamento da UE.

Com a saída do Reino Unido do bloco europeu, a contribuição alemã pode passar de 21% para 25%, indica a publicação, citada pela agência Efe, explicando que o aumento no financiamento de cerca de 4.500 milhões de euros se aplicará provavelmente em 2019 e 2020.

Os cálculos feitos têm como base o atual quadro financeiro e não contemplam "possíveis respostas compensatórias", segundo a revista.

O documento apresenta como exemplo futuras contribuições do Reino Unido, que deverá pagar para continuar a ter acesso ao mercado comum, e também eventuais cortes no orçamento da UE.

Lusa

  • O poder da linguagem corporal nos tribunais
    9:12
  • Fomos conhecer o novo Samsung S8
    1:42

    Mundo

    Depois da crise dos telemóveis Samsung Note 7 com bateria defeituosa que podia explodir, a marca tinha que lançar um aparelho inovador. O S8 foi anunciado esta quarta-feira em Londres. O repórter da SIC, Lourenço Medeiros, foi ver como é.

    Enviado SIC