sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Irlanda abre debate nacional sobre impacto do Brexit

O primeiro-ministro da Irlanda, Enda Kenny, anunciou esta terça-feira a criação de um foro de "debate nacional" para avaliar o impacto no país da saída do Reino Unido da União Europeia (UE), o Brexit.

Kenny fez este anúncio na câmara baixa do parlamento irlandês (Dáil) e precisou que o Governo está a finalizar os pormenores do plano, que pretende também incluir personalidades das províncias britânicas que votaram contra o Brexit - Irlanda do Norte e Escócia.

O primeiro-ministro disse que este foro se vai realizar em novembro e contará com a participação de empresários, políticos e membros da sociedade civil.

"Não me agradou o resultado, mas temos de aceitar que se trata de uma decisão democrática do eleitorado do Reino Unido", disse Enda Kenny.

O Governo de Dublin tem manifestado a vontade de que os parceiros europeus permitam ao Reino Unido, principal parceiro comercial da Irlanda, manter o acesso ao mercado único europeu.

Lusa

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Fatura da água a dobrar
    2:26

    Economia

    Desde o início do ano que a população de Celorico de Basto está a receber duas faturas da água para pagar. Tanto a Câmara como a Águas do Norte reclamam o direito a cobrar pelo serviço. Contactada pela SIC, a Entidade Reguladora esclarece que o município não pode emitir faturas e tem de devolver o dinheiro.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43

    Daesh

    Há suspeitas de que o Daesh tenha criado uma vala comum com cerca de seis mil corpos a sul de Mossul, no Iraque. A área em redor estará minada. A revelação é de uma equipa de reportagem da televisão britânica Sky News.

  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.