sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

Donald Tusk garante que UE zelará pelos seus interesses nas negociações do Brexit

O presidente do Conselho Europeu congratulou-se este domingo com o facto de o Reino Unido acionar o artigo sobre a saída da UE até final de março e assegurou que, depois desse passo, os Estados-membros irão "salvaguardar os seus interesses".

Em mensagem na rede social Twitter, Donald Tusk considerou que a declaração da primeira-ministra britânica, Theresa May, clarifica as negociações para o 'Brexit'.

"Uma vez acionado o artigo 50, os restantes 27 Estados-membros irão salvaguardar os seus interesses", adiantou.

A primeira-ministra britânica assegurou hoje que o Reino Unido acionará o artigo 50 do Tratado de Lisboa sobre a saída de um país comunitário da União Europeia (UE) antes do final de março de 2017.

Nas declarações à BBC, a chefe do Governo britânico deu a conhecer, pela primeira vez, o calendário concreto sobre as futuras negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia.

Ao acionar o artigo 50 em março, o Reino Unido poderá sair da União Europeia em 2019, após concluir um período de dois anos de negociações sobre a retirada.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22