sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Líder do UKIP demite-se depois de 18 dias no cargo

A líder do Partido da Independência do Reino Unido (UKIP, na sigla em inglês), Diane James, demitiu-se do cargo, apenas 18 dias depois de ter sido eleita para substituir Nigel Farage, segundo fontes partidárias citadas pela imprensa britânica.

Diane James foi eleita líder da formação eurocética em 16 de setembro, depois de Farage -- uma das caras mais conhecidas da campanha pelo 'Brexit' -- se ter demitido a seguir à vitória em referendo da opção pela saída da União Europeia, dizendo que tinha cumprido a ambição da sua vida.

A Associação de Imprensa (Press Association), a Sky News e o jornal The Telegraph citaram fontes da direção do partido, dizendo que ela se tinha demitido, com as notícias a sugerirem que o teria feito devido aos problemas de saúde do marido.

Com 56 anos, James, que é eurodeputada, foi porta-voz do UKIP para o Interior e, em termos profissionais, foi uma executiva da área farmacêutica.

Desde que o UKIP foi cofundado por Farage, em 1993, cresceu até se tornar o terceiro maior partido britânico, em termos de votos, nas eleições legislativas de 2015, com 12,6%, mas só tem um deputado.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.