sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

Jamie Oliver fecha restaurantes por causa do Brexit

O célebre chef de cozinha britânico Jamie Oliver anunciou o encerramento de vários restaurantes da cadeia Jamie's Italian no Reino Unido. A culpa é do Brexit.

A anunciada saída do Reino Unido da União Europeia está a fazer estragos na cozinha de Jamie Oliver. Os ingredientes para confecionar os pratos italianos nos restaurantes dedicados às massas e às pizzas (Jamie's Italian) estão cada vez mais caros

Desde que os britânicos decidiram que queriam sair da UE, no referendo de 23 de junho de 2016, que a libra tem vindo a cair face ao euro, o que provoca o aumento dos preços dos produtos importados.

E o Brexit também contribui para o facto de ficarem mais caras as despesas de formação de cozinheiros e para a diminuição de clientes, explica em comunicado o diretor executivo, Simon Blagden.

No primeiro trimestre deste ano vão fechar seis restaurantes: Aberdeen, Exeter, Cheltenham, Richmond, Tunbridge Wells e Ludgate Hill, perto da Catedral de S. Paulo, em Londres. A decisão afeta 120 trabalhadores, menos de 5% do total de pessoas que Jamie Oliver emprega nos seus vários projetos, e que deverão ser integrados nessas outras áreas do grupo, promete Jamie Oliver.

Atualmente, Oliver tem 42 Jamie's Italian no Reino Unido e 36 no estrangeiro, estando prevista a abertura de mais 22 restaurantes dedicados à cozinha italiana. O cozinheiro tem outros restaurantes de outras especialidades, livros de cozinha, programas televisivos, sites com receitas, projetos de formação de cozinheiros, programas para introduzir comida saudável no dia-a-dia dos britânicos, mas que já conquistaram muitos outros países e nacionalidades.

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.