sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

Supremo anuncia 3.ª feira decisão sobre papel do Parlamento no Brexit

© Toby Melville / Reuters

O Supremo Tribunal britânico anunciará na terça-feira a sua decisão sobre o recurso do governo contra a obrigação de consultar o Parlamento antes de lançar as negociações do Brexit, informou hoje o tribunal.

"A decisão (...) será divulgada às 09:30 (mesma hora em Lisboa) na terça-feira 24 de janeiro", indicou o tribunal na sua página na Internet.

Os 11 juízes do Supremo Tribunal analisaram no início de dezembro uma decisão de um tribunal de Londres determinando que o governo não poderia ativar o artigo 50 do Tratado de Lisboa -- para lançar as negociações da saída do Reino Unido da União Europeia -- sem consultar previamente o parlamento.

Durante quatro dias os juízes ouviram os argumentos, em nome do governo e dos queixosos, do recurso, a primeira vez que os 11 se reuniram para ouvir um apelo.

A decisão do tribunal de Londres enfureceu os apoiantes do 'Brexit' e alguns jornais acusaram os juízes de contrariarem a vontade dos 52% que votaram "Sair" no referendo de 23 de junho.

A principal queixosa no caso, a gestora de fundos de investimento Gina Miller, disse ter recebido ameaças de morte e que o seu negócio foi alvo de boicotes.
A primeira-ministra, Theresa May, prometeu ativar o artigo 50 até ao final de março.
May afirmou na quarta-feira, quando precisou pela primeira vez os contornos da saída do Reino Unido da UE, que quer concluir o 'Brexit' no prazo de dois anos, mas que a sua aplicação "será faseada".

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".