sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Theresa May critica "obsessão" do Governo escocês pela independência

© Toby Melville / Reuters

A primeira-ministra britânica Theresa May criticou esta sexta-feira "a obsessão" do Governo escocês pela independência, num comício com militantes do seu Partido Conservador a dias de lançar o Brexit.

A chefe do Governo escocês, Nicola Sturgeon, anunciou esta semana que vai lançar o processo para realizar um novo referendo sobre a independência em finais de 2018 ou princípios de 2019, porque a Escócia não concorda com a saída da União Europeia (UE).

Num discurso em Cardiff, Theresa May defendeu a "preciosa união" da Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e Gales e condenou o "nacionalismo obsessivo e divisor" do Partido Nacionalista Escocês (SNP), no poder em Edimburgo.

"É agora evidente que utilizar o 'Brexit' como pretexto para organizar um segundo referendo sobre a independência era o único objetivo do SNP desde junho", quando os britânicos aprovaram a saída do Reino Unido em referendo, disse May.

O "número dois" do SNP, Angus Robertson, acusou hoje por seu lado May de "arrogância" ao tentar bloquear o referendo sobre independência, numa reunião com militantes em Aberdeen.

Respondendo às declarações da primeira-ministra na quinta-feira, de que "não é altura" para o referendo, Robertson afirmou: "Que não haja dúvidas, a Escócia terá o seu referendo e as pessoas deste país poderão escolher. Não lhes será negado o direito a escolher".

Lusa

  • Brexit divide Inglaterra e Escócia
    3:38

    Brexit

    Em dia de promulgação da lei do Brexit pela Rainha isabel II, Theresa May anunciou que não autoriza a realização do referendo à independência da Escócia durante as negociações do Brexit. Nicola Sturgeon diz que decisão é anti-democrática. Pormenores da polémica com o correspondente da SIC em Londres, Emanuel Nunes.

  • Rainha Isabel II dá luz verde às negociações para o Brexit

    Brexit

    A Rainha de Inglaterra deu hoje o aval ao artigo 50 que dá à primeira-ministra britânica, Theresa May, os poderes necessários para avançar no processo de negociação para a saída do Reino Unido da União Europeia (UE). O anúncio foi feito hoje, no Parlamento, pelo porta-voz John Bercow, apesar de no início da semana ter sido comunicado que a decisão só deveria ser conhecida no final deste mês.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.