sicnot

Perfil

Brexit

Theresa May pede desculpa aos conservadores

Theresa May pede desculpa aos conservadores

A primeira-ministra britânica defendeu esta sexta-feira que o partido conservador é o único capaz de conduzir as negociações do Brexit. Theresa May pediu ainda desculpa aos 12 deputados que perderam assento parlamentar.

Numa breve declaração à BBC, a líder conservadora admitiu que "obviamente queria um resultado diferente" nas eleições antecipadas.

Com 649 dos 650 lugares na Câmara dos Comuns declarados, os conservadores elegeram 318, menos oito do que os necessários para uma maioria absoluta e menos 12 dos que tinham no anterior parlamento.

O principal partido da oposição, o Labour, elegeu 261 deputados, mais 29 do que tinha.

May disse lamentar que 12 deputados tories tenham perdido os mandatos, afirmando que "não o mereciam".

"Tenho pena que os candidatos e outras pessoas que trabalharam no duro pelo partido não tenham tido êxito, mas tenho especialmente pena daqueles que eram deputados ou membros do governo, que contribuíram muitíssimo para o nosso país e perderam os seus lugares. Não o mereciam", disse.

"Vou refletir sobre o que precisamos de fazer no futuro para que o partido avance", disse a primeira-ministra, que anunciou negociações para um acordo de governo com os unionistas da Irlanda do Norte.

Theresa May disse que tenciona começar a nomear membros para o novo governo nas próximas horas e sublinhou a importância de "formar um governo" que trabalhe "pelos interesses nacionais" e possa "levar por diante o plano para as negociações" de saída do Reino Unido da União Europeia ('Brexit').

A primeira-ministra confirmou também a intenção de iniciar as negociações com Bruxelas dentro de 10 dias, como planeado.

Com Lusa

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55
  • Democratas não venciam no Alabama há 27 anos
    1:50