Brexit

May promete manter em 2018 os progressos feitos com o Brexit

May promete manter em 2018 os progressos feitos com o Brexit

A primeira ministra britânica, Theresa May, prometeu no seu discurso de Ano Novo manter em 2018 "os progressos" de 2017 sobre o Brexit e que dedicará esforços a construir uma sociedade mais justa.

Na sua intervenção, difundida na comunicação social, May recordou os resultados conseguidos em 2017 sobre o Brexit, com a ativação do artigo 50 do Tratado de Lisboa em março e a execução em dezembro de um acordo na primeira fase da negociação com Bruxelas.

Além das negociações para a saída da União Europeia, prevista para 29 de março de 2019, o governo "tem outras ambições" e trabalhará para "melhorar as condições de vida" dos britânicos, com a criação de mais emprego.

"Creio que 2018 pode ser um ano de confiança renovada e orgulho no nosso país", disse May.

Também o líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, disse no seu discurso de Ano Novo que está a preparar-se para governar se ocorrerem eleições antecipadas em 2018, assegurando que representa "o novo" centro político.

O líder trabalhista considerou que o governo conservador da primeira ministra, Theresa May, "é débil e está dividido", por ter perdido a maioria parlamentar nas eleições antecipadas de 8 de junho.

  • Benfica promete queixa-crime contra quem divulgou contratos de Castillo e Ferreyra
    1:26

    Desporto

    Um blog divulgou na internet os valores dos contratos de dois dos reforços do Benfica, Castillo e Ferreyra. O clube da Luz promete agir judicialmente contra quem divulgou estas informações. A SIC sabe que devido à gravidade dos factos a Liga de Clubes está a considerar suspender os funcionários da instituição até que este caso seja esclarecido.

  • Donald Trump envolvido em mais uma polémica
    1:49
  • Caminhada de 20 quilómetros até ao trabalho valeu um carro

    Mundo

    Quando o carro de Walter Carr deixou de funcionar um dia antes do primeiro dia de trabalho numa empresa de mudanças, ele não desistiu nem ligou a dizer que ia faltar. Saiu de casa à meia-noite e fez mais de 20 quilómetros a pé para chegar a horas. No final recebeu uma recompensa.

    SIC