sicnot

Perfil

Benfica tricampeão

Benfica tricampeão

Benfica Tricampeão

Vitória superou Jesus e até Mourinho

Rui Vitória foi a grande figura entre os 27 treinadores que exerceram na I Liga portuguesa de futebol em 2015/16, ao levar o Benfica ao tri, superando Jorge Jesus e até José Mourinho.

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Numa luta que se dividiu entre o campo e as conferências de imprensa, Vitória começou na mó de baixo, mas recuperou e foi buscar a liderança precisamente a casa de Jesus, numa 25ª ronda que marcou o campeonato.

Depois desse encontro, o Benfica venceu todos os encontros e selou o tri, com Rui Vitória a suceder na lista dos campeões precisamente a Jesus e com um novo recorde de pontos (88), superando os 86 do FC Porto, de Mourinho, em 2002/2003.

Entre os técnicos na luta pelo cetro, Rui Vitória foi, assim, o único a cumprir os objetivos, com Jorge Jesus a ficar-se pelo segundo lugar e Julen Lopetegui e José Peseiro a guiarem o FC Porto ao terceiro posto.

Os dragões foram uma das sete equipas que usaram o chicote para tentar inverter a época, o que, manifestamente não conseguiram: nos mesmos 16 jogos - Rui Barros foi interino em dois -, o português conquistou menos quatro pontos e somou mais quatro derrotas do que o espanhol.

Entre as equipas que lutaram pela Europa, nenhuma mexeu, nem as que conseguiram o apuramento, o Sporting de Braga (Paulo Fonseca), Arouca (Lito Vidigal) e Rio Ave (Pedro Martins), nem as que, sobre a meta, falharam, o Paços de Ferreira (Jorge Simão) e o Estoril-Praia (Fabiano Soares).

Destes cinco técnicos, destaque imenso para Lito Vidigal, que conduziu o Arouca ao primeiro apuramento para uma prova europeia, após um percurso marcado pelos triunfos sobre o Benfica (1-0, em Aveiro), que valeu inédita liderança, e o FC Porto (2-1), em pleno Estádio do Dragão.

Nos cinco lugares seguintes, longe da Europa e da descida, o Belenenses trocou Ricardo Sá Pinto por Julio Velázquez, que trepou quatro posições, para nono, o Vitória de Guimarães cedo dispensou Armando Evangelista, substituído por Sérgio Conceição, e, a meio, Nelo Vingada entrou para o lugar de Ivo Vieira no Marítimo, que piorou (10.º para 13.º).

Por seu lado, Manuel Machado, apesar do Nacional ter ficado longe da Europa, e Miguel Leal, no Moreirense, aguentaram-se até final da temporada.

Na parte de baixo da tabela, destaque para Petit, que deixou o Boavista em 15.º, após 11 rondas, e foi salvar o Tondela, ao serviço do qual entrou à 13.ª jornada. Chegou no 18.º e último posto e subiu dois, os necessários, com sete triunfos.

Os axadrezados também melhoraram, porém, sem Petit, já que o boliviano Erwin Sanchez ganhou uma posição, terminando na 14.ª.

O Vitória de Setúbal manteve até ao fim Quim Machado e salvou-se na última ronda, ao contrário do União da Madeira, pois Norton de Matos não evitou a descida.

Pior esteve a Académica, que dispensou José Viterbo após cinco rondas, e outras tantas derrotas, e não teve sucesso com o sucessor, Filipe Gouveia. Após 12 anos entre os grandes, os estudantes caíram na II Liga.

Lusa

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.