sicnot

Perfil

Caso Bial

Caso Bial

Caso Bial

Bial suspende parceria com empresa francesa associada a morte em ensaio clínico

A Bial suspendeu a parceria com Biotrial na sequência do ensaio clínico conduzido pela empresa francesa em que morreu um voluntário, disse hoje o presidente executivo da farmacêutica portuguesa.

© Hugo Correia / Reuters

Falando aos jornalistas no Porto durante uma apresentação de um novo medicamento para tratamento da doença de Parkinson, António Portela afirmou que a parceria com a Biotrial está suspensa e referiu "largas de dezenas de milhões de euros" de prejuízos devido ao sucedido.

O presidente executivo da Bial disse não ter "respostas cabais para dar sobre o assunto", que levou o Ministério Público de França a abrir uma investigação.

A 17 de janeiro, Guillaume Molinet, de 49 anos, morreu durante um ensaio clínico realizado em Rennes pela empresa especializada Biotrial, enquanto testava uma molécula que atuava sobre o sistema nervoso para o laboratório português Bial.

Outros cinco voluntários tiveram também de ser hospitalizados, e alguns deles apresentam ainda sequelas neurológicas decorrentes dos testes com aquela substância que tinham sido validados pela Agência Nacional de Segurança do Medicamento (ANSM).

Este foi o mais grave acidente alguma vez ocorrido na Europa no âmbito de um ensaio clínico.

Sublinhando que é "obrigação" da Bial procurar explicações para o que aconteceu, António Portela disse que para a farmacêutica subsiste uma incógnita sobre o caso: "Por que é que houve quase 100 pessoas que testaram sem qualquer problema" a molécula e por que é que, "naquele último grupo de seis, há um que não tem qualquer problema, há quatro que têm efeitos secundários e há um que veio a falecer".

A Bial, acrescentou, desconhece os resultados da autópsia do homem que morreu no ensaio clínico da molécula, embora os dois relatórios já efetuados tenham confirmado que foram "cumpridas as regras em termos de regulamentação".

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.