sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

Nova equipa de gestão da CGD inicia funções em julho

O novo Conselho de Administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que vai ser liderado por António Domingues, inicia funções durante o próximo mês, anunciou hoje o ministro das Finanças, Mário Centeno.

A equipa que vai acompanhar o antigo administrador financeiro do Banco BPI ainda não foi oficializada, algo que vai acontecer a breve trecho, segundo o governante.

"Vai ser proposto às autoridades nos próximos dias com o objetivo de entrar ao trabalho no início de julho. Os nomes dos elementos serão muito proximamente apresentados", afirmou Centeno numa conferência de imprensa em Lisboa.

O governante abordou as alterações que vão ser introduzidas ao nível da governação do banco público, que passará a contar com um Conselho de Administração, um Conselho Fiscal e um Conselho de Remunerações, deixando de haver um modelo dualista (com Conselho de Administração e Comissão Executiva).

Os desafios que os novos gestores vão enfrentar já estão definidos pelo Governo, representante do acionista único Estado: manter a posição de liderança no mercado doméstico (clientes particulares e empresas, com o foco nas PME), simplificar a estrutura complexa do grupo, tornando-o mais eficiente, assegurar que o investimento na CGD será recuperado num período relativamente curto de tempo e garantir custos mais reduzidos ao nível do financiamento.

"A CGD deverá reforçar o modelo de gestão de risco e 'governance' [governação] do seu grupo financeiro", contrariando a tendência de crescimento de níveis de crédito em incumprimento no balanço das instituições financeiras, assinalou.

"Exige-se à CGD a modernização da sua atividade comercial, com aumento de competitividade e de eficiência", acrescentou o ministro, apontando ainda para o papel que o banco estatal deve ter no apoio à internacionalização das empresas portuguesas e à aposta em África, afirmando-se como ponte para relações comerciais entre os países de língua portuguesa.

Centeno realçou ainda que o Governo está "empenhado no trabalho com as entidades de supervisão nacionais e internacionais para que a CGD seja o garante da estabilidade do sistema financeiro português".

Questionado pelos jornalistas, o ministro das Finanças confirmou que os 900 milhões de euros de instrumentos híbridos (CoCo) da CGD subscritos pelo Estado em 2012 -- e que teriam que ser pagos até junho de 2017 -- vão ser transformados em capital.

Lusa

  • Mário Centeno descarta integração do Novo Banco na CGD

    Caso CGD

    O ministro das Finanas, Mário Centeno, negou que o Governo esteja a negociar com Bruxelas uma eventual integração do Novo Banco na Caixa Geral de Depsitos (CGD), cujo plano de reestruturação e de reforço de capital está a ser discutido com a Comissão Europeia(CE).

  • Afinal vão ser injetados 5 mil M€ na CGD
    1:29

    Caso CGD

    Ao contrário do que foi dito anteriormente, o Governo prevê injectar na Caixa Geral de Depósitos cerca de 5 mil milhões de euros. O plano, revelado ontem aos parceiros do Governo, vai ser finalmente tornado público, ainda hoje, em conferência de imprensa.

  • BE não dá para já qualquer aval ao plano de recapitalização da CGD
    1:13

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda (BE) vai exigir ao Governo explicações sobre as rescisões amigáveis que estão previstas para a Caixa Geral de Depósitos. Bloco e PCP foram informados esta semana do plano de recapitalização do banco mas nenhum dos partidos apoia para já esse plano. Em entrevista exclusiva à SIC, Catarina Martins diz que não só não deu o aval como quer conhecer melhor a realidade dos números para se pronunciar.

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.