sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

Costa diz que CGD não precisa de mais relatórios do FMI, BCE e Comissão Europeia

ESTELA SILVA

O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje que o Governo não precisa de aguardar por mais relatórios do Fundo Monetário Internacional (FMI), da Comissão Europeia e do Banco Central Europeu (BCE) para capitalizar a Caixa Geral de Depósitos (CGD).

"Temos trabalhado muito intensamente, quer com as instituições regulatórias nacionais, como o Banco de Portugal (BdP), quer com as instituições regulatórias a nível europeu para a estabilização do nosso sistema financeiro, resolvendo aquilo que tinha de ser resolvido e que não podia ser mais adiado, capitalizando aquele que tem de ser o grande pilar da estabilidade do nosso sistema financeiro, que é a CGD", afirmou.

Na cerimónia de assinatura do contrato de investimento com a Amy´s Kitchen, em Santa Maria da Feira, António Costa vincou que o objetivo do Governo é criar as "melhores condições" para que o sistema financeiro no seu conjunto possa encontrar estabilidade para fazer aquilo que é essencial, que é tratar das poupanças "de todos nós" e, simultaneamente, criar condições para financiar a economia.

"Creio que estamos no bom caminho para que isso possa acontecer, vejo empenho por parte das entidades regulatórias, vejo que as instituições europeias estão alertas para a necessidade de resolver o problema e acho que não precisamos de aguardar por mais relatórios do FMI, por mais relatórios da Comissão Europeia, por mais relatórios do BCE para fazer aquilo que há muito tempo devia ter sido feito e que, pronto, tem mesmo de ser feito", sustentou.

O primeiro-ministro realçou que vai fazer com que as coisas sejam "devidamente" resolvidas para que a economia tenha condições para "respirar" e ser devidamente financiada.

E realçou: "mesmo um tecido empresarial com elevados níveis de capital próprio não prescinde, certamente, de um sistema financeiro ativo e que possa ter condições de financiamento da economia e, isso, deve ser feito a nível europeu e a nível nacional".


Lusa

  • Bruno de Carvalho manda SMS aos jogadores em nome dos jogadores. Confuso?

    Desporto

    De acordo com a imprensa desta manhã, o presidente do Sporting Clube de Portugal terá enviado mensagens escritas aos jogadores com o seguinte texto "Obrigado presidente pelas felicitações. Ainda temos muito para conquistar juntos" e assinou com o nome do jogador a quem enviou a mensagem. Uma aparente reação ao facto de nenhum dos jogadores ter respondido às mensagens escritas por Bruno de Carvalho, com incentivos e elogios antes e depois da vitória do Sporting frente ao Boavista.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17