sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

Centeno pede à administração demissionária da CGD para adiar saída

O ministro das Finanças pediu à administração demissionária da Caixa Geral de Depósitos para ficar mais duas semanas a gerir o banco público.

O Jornal de Negócios de hoje revela que a administração admite adiar a hora de saída, mas com uma condição: a equipa liderada por José de Matos, que devia sair no final de julho, exige ao ministro Mário Centeno que apresente o pedido por escrito.

A aprovação da futura liderança da Caixa está pendente no Banco Central Europeu, cuja aprovação deve acontecer no início de agosto.