sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

Centeno não fala do plano em negociação mas quer CGD mais robusta

O ministro das Finanças, Mário Centeno, apresentou-se esta sexta-feira na comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD) referindo que não irá falar da recapitalização do banco, em negociação, mas vincando pretender uma Caixa "mais robusta e capitalizada".

"Não falarei deste plano nesta comissão. Assim que oportuno divulgaremos os detalhes e alcance do plano", vincou Centeno, na intervenção inicial na comissão parlamentar de inquérito.

O compromisso do executivo, assevera o governante, é o de "dotar a CGD de um plano de negócios credível, exigente e ambicioso quanto ao serviço e qualidade da sua atividade".

"Este plano de negócios tem sido objeto de uma análise absolutamente exaustiva e rigorosa, em diálogo constante e construtivo com as autoridades europeias. Não falarei deste plano nesta comissão", vincou o titular da pasta das Finanças.

Declarando entender as "discussões e a mediatização que este plano tem gerado", o ministro chamou ainda a atenção: "a qualidade do plano será revista por entidades externas, independentes, a pedido do Governo, à nova administração e, ainda, por acordo com as autoridades europeias".

Mário Centeno está hoje a ser ouvido no parlamento e encerra o primeiro lote de audições na comissão de inquérito. Na quarta-feira foi ouvido o ainda presidente da CGD, José de Matos e na quinta-feira os deputados escutaram as palavras do governador do Banco de Portugal, Carlos Costa.

A comissão de inquérito à Caixa, imposta potestativamente por PSD e CDS-PP, tomou posse a 05 de julho na Assembleia da República, e é presidida pelo deputado do PSD José Matos Correia.

A comissão debruça-se, por exemplo, sobre a gestão do banco público desde o ano 2000 e aborda ainda o processo de recapitalização da Caixa Geral de Depósitos, atualmente em negociação com Bruxelas.

Os trabalhos dos parlamentares são agora interrompidos para férias e a comissão de inquérito retoma a sua atividade no começo de setembro.

Lusa

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.