sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

Cristas acusa Governo de atuação "trapalhona e incompetente" sobre CGD

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, acusou o Governo de estar a agir de forma trapalhona e incompetente em relação à do Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras (RGICSF).

"O Governo está a agir de forma muito trapalhona, isto é o mínimo que eu posso dizer", declarou Assunção Cristas aos jornalistas nas Caldas da Rainha, quando questionada sobre a intenção do Governo de alterar o RGICSF.

"Incompetência será por certo a palavra certa" para definir a atuação do Governo, acrescentou a presidente do partido que "está confortável" com a atual lei e que considera "uma vergonha nacional ver de fora o BCE [Banco Central Europeu] dizer que o Governo não estava a cumprir a lei" que rege o país.

Em causa estão os planos do Governo para alterar o RGICSF e conseguir recuperar alguns dos nomes que ficaram de fora da administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD).

O Governo teve de reduzir a lista de nomes propostos para a CGD por se verificar um excesso de acumulação de cargos nos órgãos sociais da administração.

O BCE aprovou 11 nomes propostos pelo Governo para a administração da CGD, mas rejeitou outros oito por excederem o limite de cargos em órgãos sociais de outras sociedades.

Para Assunção Cristas, o Governo está a agir não apenas "de forma muito incompetente" como "injustificada até para as pessoas que tinham sido convidadas e que se tinham disponibilizado para o efeito".

Assunção Cristas falava nas Caldas da Rainha, à margem de uma visita à Feira Nacional da Hortofruticultura - Frutos 2016, que decorre no Parque D. Carlos I, até ao próximo dia 28.

Questionada pelos jornalistas sobre se aceitará encabeçar a candidatura do CDS à câmara de Lisboa, nas próximas eleições autárquicas, a presidente do partido reafirmou já ter dito "o que tinha a dizer no Congresso" e que "a seu tempo" anunciará a decisão.

Assunção Cristas garantiu ainda que a polémica com Helder Amaral no congresso do MPLA é "assunto encerrado" e que aquele deputado "manterá o contacto institucional com todos os partidos [angolanos], como tem vindo a fazer até agora", sendo o representante do CDS no congresso da coligação Casa-CE, que se realizará em setembro, em Angola.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.