sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

Novos administradores executivos da CGD já têm os pelouros definidos

Os membros da comissão executiva da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que tomaram posse na quarta-feira, já têm os pelouros definidos, com o presidente executivo, António Domingues, a ficar responsável, entre outros, pela direção de auditoria interna.

O novo líder da CGD vai também ficar responsável pelas seguintes unidades organizativas: secretaria-geral, direção de apoio à governação corporativa, direção de assuntos jurídicos, gabinete de estudos e gabinete de suporte à função de compliance.

Domingues vai ainda ter a seu cargo quatro entidades domésticas do grupo, nomeadamente, o Caixa Banco de Investimento, o Caixa Capital, o Caixa Desenvolvimento e o Caixa Seguros e Saúde, segundo a informação hoje disponibilizada no site da CGD.

Já Emídio Pinheiro fica com as direções de particulares e negócios do Centro, Lisboa, Norte e Sul, tendo ainda a seu cargo várias entidades internacionais: Banco Caixa Geral Angola, Banco Comercial do Atlântico (Cabo Verde), Banco Comercial e de Investimentos (Moçambique), Banco Interatlântico (Cabo Verde), Banco Internacional de São Tomé e Príncipe, Banco Nacional Ultramarino (Macau), Parbanca, Partang, sucursal CGD em Macau, sucursal CGD em Timor e sucursal CGD em Zhuhai (China).

Por seu turno, Henrique Cabral Menezes tem a seu cargo a direção de contabilidade, consolidação e informação financeira, direção de mercados financeiros, direção de planeamento, orçamento e controlo, direção internacional de negócio e gabinete de 'investor relations' (relações com os investidores).

Acumula estes pelouros com três entidades domésticas (Caixa Gestão de Ativos, Caixa Participações e Parcaixa) e com uma série de entidades internacionais: Banco Caixa Geral (Brasil), Banco Caixa Geral (Espanha), CGD Investimentos CVC (Brasil), Mercantile Bank Holding (África do Sul), bem como com seis sucursais no estrangeiro (Madrid, França, Londres, Luxemburgo, Ilhas Caimão e Nova Iorque).

João Tudela Martins fica responsável pela direção de gestão de risco.

Paulo Rodrigues da Silva conta com o centro de operações, o gabinete de coordenação SEPA e as seguintes direções: comunicação e marca, marketing, organização e qualidade, e sistemas de informação. Acumula estas responsabilidades com a liderança de outras entidades domésticas (Caixanet, CaixaTec, Esegur e Sogrupo).

Pedro Leitão fica com as seguintes direções: acompanhamento de particulares, acompanhamento de empresas, banca institucional, empresas Norte e Sul, grandes empresas e negócio imobiliário. E vai também ter a seu cargo a Caixa Imobiliário, a Caixa Leasing e Factoring, a Imocaixa, a Locarent e a Wolfpart.

Finalmente, Tiago Ravara Marques vai ser o responsável pelas direções de apoio à Caixa Geral de Aposentações (CGA), de gestão e desenvolvimento de pessoas, bem como pelo gabinete de património histórico. Terá ainda a seu cargo a Sogrupo Compras e Serviços Partilhados e a Sogrupo IV Gestão de Imóveis.

Lusa

  • CGD chumba nos testes de stress do BCE
    1:38

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos chumbou nos testes de stress do Banco Central Europeu, que medem a capacidade de um banco em resistir às dificuldades. A nova administração entrou na quarta-feira em funções para reestruturar o banco e tratar da recapitalização, a injeção de dinheiro do Estado. O plano de restruturação terá de avançar para fechar 300 balcões e chegar a acordo com 3 mil trabalhadores.

  • Presidente do Tondela diz que clube foi humilhado
    1:26

    Desporto

    O presidente do Tondela participou esta segunda-feira na conferência de imprensa após o jogo da 23.ª jornada da I Liga com o Sporting. Gilberto Coimbra criticou o árbitro do encontro João Capela, e diz que o tempo de compensação dado a mais foi por uma falta que não foi assinalada sobre um jogador do Tondela, Bruno Monteiro.

  • Último golo do Sporting ao Tondela "é legal e limpinho" 
    0:41

    Desporto

    Jorge Jesus entende que a vitória desta segunda-feira do Sporting frente ao Tondela não merece contestação e destaca o facto de o árbitro ter avisado os jogadores que iria prolongar o tempo extra. Para o treinador dos leões, o golo no minuto 99' é legal. 

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC