sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

Oposição tem "desejo oculto" que Governo perca batalha da CGD com Bruxelas

O deputado do PS Carlos Pereiras acusou esta quinta-feira o PSD e o CDS de terem o "desejo oculto" de que o executivo de António Costa perca a batalha com Bruxelas relativamente à reestruturação da Caixa Geral de Depósitos (CGD).

"Há um desejo oculto e uma vontade mal escondida para que o Governo português perca uma batalha com Bruxelas", lançou o deputado socialista durante o debate sobre o banco público na comissão permanente da Assembleia da República.

"Todas as alturas em que há negociações com Bruxelas, os senhores esfregam as mãos e começam a criar cenários catastróficos", acrescentou.

Carlos Pereira disse ainda que os partidos da oposição chegam a construir "cenários delirantes" de forma a tentar enfraquecer a imagem do Governo junto da opinião pública.

"Há pouco tempo, o presidente do PSD até disse que em setembro chegava o Diabo. É desespero", atirou.

O deputado socialista deixou um "desafio" ao PSD e CDS: "Aceitem que esta solução foi uma vitória para Portugal. Vai tornar robusta a CGD e garantir que a CGD fica como um banco público e não privado, como os senhores queriam".

Lusa

  • Negócios do fogo
    22:00

    Reportagem Especial

    Todos os anos, o Estado gasta centenas de milhões de euros para financiar os meios de combate aos incêndios. A reportagem especial da SIC denuncia falta de rigor e clareza em muitos dos negócios.

  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.