sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

António Domingues teria acordo com Centeno para não apresentar declarações

O anterior presidente da Caixa Geral de Depósitos teria um acordo com o ministro das Finanças para não apresentar as declarações de património e de rendimentos, no Tribunal Constitucional.

O jornal online ECO revelou esta quarta-feira a correspondência que pode comprometer Mário Centeno, uma vez que o ministro tinha dito na Comissão de Inquérito que não havia qualquer compromisso com a Administração liderada por António Domingues.

Na carta enviada a Centeno, Domingues diz que a não entrega das declarações foi uma das condições acordadas para aceitar liderar o banco público e, que só assim, foi possível formar uma equipa internacional de profissionais capazes de liderar o processo de descapitalização da Caixa Geral de Depósitos.

Ainda no mesmo documento, enviado a 15 de novembro de 2016, o ex-presidente do banco do Estado avisava Mário Centeno que a anterior Administração se demitiria caso o acordo sobre as declarações fosse furado.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, até ao final de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano vão ser contratados novos assistentes de bordo, mas o sindicato diz que não chega.