sicnot

Perfil

Caso CGD

Jerónimo fala na possibilidade de privatização da CGD

Jerónimo fala na possibilidade de privatização da CGD

Jerónimo de Sousa acusa a direita parlamentar de estar a criar um folhetim em torno da correspondência entre Mário Centeno e António Domingues com o intuito de privatizar a Caixa Geral de Depósitos. O secretário-geral do PCP diz que "quanto mais encanzinarem o processo de recapitalização maior a probabilidade da privatização acontecer".

  • "Acho que as pessoas olham para isto como uma garotice"
    1:13

    Opinião

    Francisco Louçã esteve esta sexta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. Questionado sobre as informações reveladas esta semana em torno do caso da Caixa Geral de Depósitos, Louçã diz apenas que o assunto não interessa a muita gente e que o que tem sido revelado não é propriamente uma novidade. Termina dizendo que as pessoas olham para este caso "como uma noveleta, uma garotice".

  • "Vir ao Parlamento e mentir não é uma trica"
    0:32

    Caso CGD

    A presidente do CDS já respondeu a António Costa sobre as declarações de Mário Centeno no Parlamento. Assunção Cristas lamenta que a verdade ainda não tenha vindo ao de cima neste caso e diz que o que se passa, não são tricas, é um assunto grave.

  • António Costa acusa PSD e CDS de alimentarem "pequenas tricas"
    2:24

    Caso CGD

    O primeiro-ministro reafirma a confiança no ministro das Finanças e acusa o PSD e o CDS de estarem a alimentar "tricas". Contudo, a oposição insiste nos esclarecimentos de Mário Centeno. Já o Bloco de Esquerda espera esclarecimentos e o PCP diz que não alimenta polémica. Paulo Rangel defende a demissão do ministro.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.