sicnot

Perfil

Caso CGD

"Uma novela que está acabada porque a administração da Caixa já foi substituída"

"Uma novela que está acabada porque a administração da Caixa já foi substituída"

A secretária-geral do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, reagiu esta terça-feira à conferência de imprensa de Mário Centeno, dizendo que a fuga à transparência promovida pelo Ministério das Finanças é uma visão derrotada.

  • "Erro de perceção mútuo" entre Centeno e Domingues
    1:58

    Caso CGD

    No arranque de mais uma semana com o ministro das Finanças debaixo de fogo por causa da CGD, António Costa reafirma total confiança em Mário Centeno. O ministro das Finanças reafirmou esta segunda-feira que nunca mentiu e que nunca houve acordo para isentar os administradores da Caixa Geral de Depósitos, de apresentarem as declarações de rendimentos e património ao Tribunal Constitucional.

  • Ministro das Finanças debaixo de fogo
    1:10

    Caso CGD

    Horas antes das explicações do ministro das Finanças, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares saiu em defesa de Mário Centeno, numa entrevista ao jornal online Eco. Ao mesmo tempo, o PSD pedia a presença de António Domingues, de novo no Parlamento, para esclarecer se houve ou não um acordo que o dispensasse da entrega de declarações. Os sociais-democratas não acreditam nas palavras do ministro das Finanças.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.