sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

Ferro recusa que conferência de líderes se pronuncie sobre comissão da CGD

MIGUEL A. LOPES

O presidente da Assembleia da República defendeu esta quarta-feira que as matérias da comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos devem ser tratadas nesse âmbito e não discutidas em conferência de líderes, transmitiu a secretária da mesa Idália Serrão.

"O senhor presidente reforçou que as matérias do âmbito da comissão de inquérito devem ser tratadas no âmbito da comissão de inquérito e não devem ser trazidas para a conferência de líderes", informou os jornalistas a porta-voz da conferência de líderes, a secretária da mesa Idália Serrão (PS).

A porta-voz da conferência de líderes acrescentou que foi dito na reunião de conferência de líderes que "qualquer avaliação ou decisão que o senhor presidente da Assembleia tenha de fazer sobre esta matéria será sempre no estrito cumprimento da Constituição".

O também secretário da mesa da Assembleia António Carlos Monteiro (CDS-PP) acrescentou que Eduardo Ferro Rodrigues disse que não cabe ao presidente do parlamento imiscuir-se no funcionamento da comissão parlamentar de inquérito.

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, e o líder parlamentar do CDS-PP, Nuno Magalhães, desafiaram hoje o PS, BE e PCP a inverterem a decisão de terça-feira de não analisar as comunicações trocados entre o ministro das Finanças e o ex-presidente do banco público António Domingues.

O desafio foi rejeitado e, em declarações aos jornalistas, no final da conferência de líderes, os presidentes da bancada do PS, Carlos César, do BE, Pedro Filipe Soares, e do PCP, João Oliveira, acusaram sociais-democratas e centristas de quererem utilizar a comissão de inquérito à Caixa para criar um facto político, violando a Constituição e a lei, que não permite o acesso a comunicações pessoais.

Lusa

  • Equipa da SIC impedida de entrar na Venezuela

    País

    A SIC tinha uma equipa a caminho da Venezuela para cobrir as eleições da Assembleia Constituinte que decorrem no domingo. No entanto o jornalista Luís Garriapa e o repórter de imagem Odacir Junior foram impedidos de entrar no país. A equipa de reportagem foi barrada à chegada ao aeroporto de Caracas. Num despacho enviado à companhia aérea que os transportou, tanto o jornalista como o repórter de imagem são considerados "inadmissíveis no território da Venezuela".

  • "Fomos considerados inadmissíveis no território da Venezuela"
    4:43

    País

    O jornalista Luís Garriapa entrou em direto no Jornal da Noite, para explicar o que aconteceu esta quinta-feira, no aeroporto de Caracas. A equipa de reportagem de SIC foi impedida de entrar na Venezuela, onde ia cobrir as eleições da Assembleia Constituinte, marcadas para domingo.

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25
  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.