sicnot

Perfil

Caso CGD

Caixa reavalia balcões a fechar

Caixa reavalia balcões a fechar

A Administração da Caixa Geral de Depósitos confirmou à SIC que se mantém o número previsto de balcões a encerrar, ou seja, os 180 negociados com Bruxelas. Mas os critérios mudaram e vão ter em conta outros fatores como a distância. Certo é que nenhum concelho do país vai ficar sem a presença do banco público. 

Nos próximos três anos, a Caixa Geral de Depósitos vai mesmo encerrar 180 balcões em todo o país, tal como foi negociado com Bruxelas.

A SIC confirmou junto da administração do banco público e o que está a ser revisto são os critérios para os encerramentos, que não vão ser apenas financeiros.

O jornal Expresso avança que um dos critérios será a distância entre agências, as facilidades de acesso e a existência, ou não, de outros serviços bancários.

Certo, para já, é que nenhum concelho vai ficar sem agências. E onde não houver balcões, a presença do banco estará assegurada quanto mais não seja com uma caixa multibanco.

A restrituração da Caixa é uma questão sensível para os partidos políticos.

O primeiro-ministro diz que é preciso dar autonomia à administração de Paulo Macedo. O ministro das Finanças não tem dúvidas de que todos terão acesso a uma agência da Caixa. E o Presidente da República lembra que o essencial é manter a ligação que o banco tem tido com os portugueses.

Até ao final deste ano o banco deverá encerrar 70 balcões.

  • Reclusos limpam Ria Formosa
    3:01

    País

    Alguns reclusos do estabelecimento prisional de Olhão estão pela segunda vez a limpar a ilha da Armona, na Ria Formosa. São homens que beneficiam de regime aberto e, em fim de cumprimento de pena, têm com este trabalho uma amostra da liberdade que tanto aguardam.

  • A maior obra de reconversão urbana em Portugal 20 anos depois
    3:47