sicnot

Perfil

Caso CGD

Caixa reavalia balcões a fechar

Caixa reavalia balcões a fechar

A Administração da Caixa Geral de Depósitos confirmou à SIC que se mantém o número previsto de balcões a encerrar, ou seja, os 180 negociados com Bruxelas. Mas os critérios mudaram e vão ter em conta outros fatores como a distância. Certo é que nenhum concelho do país vai ficar sem a presença do banco público. 

Nos próximos três anos, a Caixa Geral de Depósitos vai mesmo encerrar 180 balcões em todo o país, tal como foi negociado com Bruxelas.

A SIC confirmou junto da administração do banco público e o que está a ser revisto são os critérios para os encerramentos, que não vão ser apenas financeiros.

O jornal Expresso avança que um dos critérios será a distância entre agências, as facilidades de acesso e a existência, ou não, de outros serviços bancários.

Certo, para já, é que nenhum concelho vai ficar sem agências. E onde não houver balcões, a presença do banco estará assegurada quanto mais não seja com uma caixa multibanco.

A restrituração da Caixa é uma questão sensível para os partidos políticos.

O primeiro-ministro diz que é preciso dar autonomia à administração de Paulo Macedo. O ministro das Finanças não tem dúvidas de que todos terão acesso a uma agência da Caixa. E o Presidente da República lembra que o essencial é manter a ligação que o banco tem tido com os portugueses.

Até ao final deste ano o banco deverá encerrar 70 balcões.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".