sicnot

Perfil

Caso CGD

População de Almeida não conseguiu entrar na CGD de Vilar Formoso

População de Almeida não conseguiu entrar na CGD de Vilar Formoso

A população de Almeida quis entrar esta quinta-feira na agência da Caixa Geral de Depósitos em Vilar Formoso, mas a porta fechou antes do horário habitual. Isto originou mais um protesto, que durou uma hora e mais à porta da Caixa com críticas à administração de Paulo Macedo.

  • População de Almeida admite fechar conta na CGD e recorrer a outro banco
    3:08

    Economia

    A administração da CGD confirmou ontem o encerramento da agência de Almeida e a passagem das contas bancárias para Vilar Formoso, a 16 quilómetros da sede do concelho. Ontem, dezenas de populares ocuparam pela segunda vez a agência como forma de protesto. Em Lisboa, foi cancelada a reunião entre autarcas e Paulo Macedo, presidente executivo da Caixa, que exigia a retirada dos populares que ocupavam a agência bancária como condição de conversações.Para amanhã está marcado novo protesto na agência da CGD em Vilar Formoso.

  • População de Almeida indignada com fecho de balcão da CGD
    2:38

    Caso CGD

    A agência da Caixa Geral de Depósitos de Almeida vai mesmo fechar. O banco público confirmou que, para já, a população vai ser servida pela agência de Vilar Formoso e que no futuro será instalado um ponto de apoio da 'Caixa' na Câmara Municipal ou na Junta de Freguesia. Esta terça-feira à tarde, a liderança do banco não quis receber o Presidente da Câmara de Almeida porque não foi desmobilizada a ocupação popular em frente à agência.

  • Chamas passaram por cima da A23
    1:06

    País

    A A23 esteve cortada ao longo do dia por causa do fumo e das chamas. Em direto para a SIC Notícias, perto das 18h30, os repórteres da SIC presenciaram o momento em que o fogo passou por cima da autoestrada da Beira Interior.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira