sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

Ministério Público suspeita de omissão deliberada na CGD

O Ministério Público suspeita que a Caixa Geral de Depósitos escondeu créditos em incumprimento, para que não entrassem nas contas negativas do banco. Em causa estão créditos que deixaram de ser pagos entre 2007 e 2016.

No acórdão do Tribunal da Relação está escrito que o Ministério Público suspeita de crime de gestão danosa no banco público. Supostamente haveria créditos que estavam por pagar, mas que eram registados como estando a ser cobrados, e por isso não contavam como imparidades, ou seja, não eram reconhecidos como empréstimos de risco. Em causa estão créditos que deixaram de ser pagos entre 2007 e 2016.

Segundo o mesmo documento a que a SIC teve aceso, os juízes do Tribunal da Relação entenderam que faltam documentos essenciais para compreender todo o processo. Por esse motivo o Banco de Portugal vai ter de entregar ao Ministério Público os documentos que foram pedidos, isto depois do regulador ter-se recusado a fazê-lo, alegando sigílo bancário.