sicnot

Perfil

Ciberataque mundial

Ciberataque mundial

Ciberataque mundial

PJ desconhece origem do ciberataque e avisa que é de grande dimensão

Kacper Pempel

O diretor da Unidade de Combate ao Cibercrime da Polícia Judiciária avisou hoje que o ciberataque lançado na sexta-feira contra vários países, incluindo Portugal, é "persistente e de grande dimensão", desconhecendo-se ainda a sua origem.

."Não se sabe a origem. É algo que estamos a apurar", disse à Lusa Carlos Cabreiro, referindo que o ataque se processou através da distribuição maciça de 'malware' ('software' que se infiltra num computador alheio de forma ilícita, causando danos, alterações ou roubo de informações) e foi sentido a partir da última sexta-feira.

Segundo aquele diretor da Polícia Judiciária, o ciberataque, feito através de e-mail com um 'link' que infeta o computador, foi "dirigido essencialmente a empresas de telecomunicações ou com alguma projeção", mas qualquer pessoas que tenha interação com empresas e particulares também pode ser infetado, ajudando a generalizar o ataque informático.

Carlos Cabreiro notou que algumas empresas conceituadas, que dispõe de engenheiros informáticos próprios, estão a analisar o nível de impacto e a tomar medidas para lidar com o problema.Adiantou que esta unidade da PJ está a cooperar com o Centro Nacional de Cibersegurança e com a própria Europol no sentido de serem tomadas todas "as precauções" possíveis para enfrentar o ciberataque, cujo grau de sofisticação é "difícil de medir", embora seja "persistente e de grande dimensão".

O ciberataque lançado na sexta-feira contra vários países e organizações foi de "um nível sem precedentes", admitiu no sábado o gabinete europeu da Europol.

"O ataque recente é de um nível sem precedentes e vai exigir uma investigação internacional complexa para identificar os culpados", informou em comunicado o gabinete europeu de polícias Europol.Segundo a mesma nora, o Centro Europeu contra a Cibercriminalidade (EC3) "colabora com as unidades de cibercriminalidade dos países afetados e com os maiores parceiros industriais de forma a atenuar a ameaça e socorrer as vítimas".

O ataque informático de grandes dimensões à escala internacional atingiu principalmente empresas de telecomunicações e energia mas também a banca, segundo a multinacional de serviços tecnológicos Claranet.Em Portugal, a empresa de energia EDP cortou os acessos à Internet da sua rede para prevenir eventuais ataques informáticos e garantiu que não foi registado qualquer problema, já a Portugal Telecom alertou os seus clientes para o vírus perigoso ('malware') a circular na Internet, pedindo aos utilizadores que tenham cautela na navegação na rede e na abertura de anexos no 'email'.

Entretanto, a Claranet alertou hoje para a possibilidade de novos ciberataques e aconselhou os utilizadores a terem os sistemas atualizados, não abrir anexos desconhecidos e desligar da energia todo o equipamento suspeito de estar infetado.

Numa informação enviada à agência Lusa, a Claranet sublinha que desde a descoberta do ciberataque, na passada sexta-feira, "têm surgido diversas variantes, com algumas características e comportamentos modificados, o que tem tornado mais complexa a contenção do 'surto'".

Como recomendações, a Claranet aconselha os utilizadores a "não abrir anexos recebidos de forma inesperada sem confirmação (mesmo que de fontes aparentemente conhecidas), prestar atenção a comportamentos anómalos que sejam detetados nos equipamentos e desligar da rede e energia, remetendo para análise, todo e qualquer equipamento suspeito de infeção".Este ciberataque já afetou 150 países e 200 mil sistemas informáticos.

  • Fogo na Sertã alastrou aos concelhos de Mação e Proença-a-Nova
    2:37

    País

    Mais de 700 bombeiros combatem o incêndio que começou este domingo na Sertã e, durante a noite foi empurrado pelo vento para outros dois concelhos. As chamas atingiram as zonas de Mação e de Proença-a-Nova, onde os habitantes dizem que há várias casas destruídas pelo fogo. Esta manhã, chegaram dois aviões espanhóis para ajudar a controlar as chamas.

  • Pelo menos cinco feridos em ataque na cidade suíça de Schaffhausen

    Mundo

    Pelo menos cinco pessoas ficaram hoje feridas na sequência de um ataque, na cidade suíça de Schaffhausen. De acordo com as autoridades, as vítimas foram atacadas por um homem armado com uma motosserra, que está a ser procurado pela polícia. As autoridades descartaram a hipótese de "ato terrorista".

    Em atualização

  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Genro de Donald Trump depõe hoje no Senado

    Mundo

    Jared Kushner, genro do Presidente dos EUA Donald Trump, vai hoje depor à porta fechada perante o comité dos serviços de inteligência do Senado, a câmara alta do Congresso norte-americano.

  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Margem mínima de mil votos obriga a negociações intensas em Timor-Leste

    Mundo

    A Fretilin venceu sem maioria absoluta as lesgislativas para o VII Governo constitucional de Timor-Leste. De acordo com os dados oficiais, o partido de Mari Alkatiri obteve perto de 170 mil votos e conquistou 23 deputados. Já o partido de Xanana Gusmão que tinha vencido há cinco anos, ficou em segundo com 167 mil votos e 22 lugares no parlamento, num total de 65.

  • Projéteis com bolsas de água ajudam Israel a combater os fogos
    3:34

    Mundo

    Israel tem sido afetado por graves incêndios nos últimos meses. Várias empresas de armamento têm-se dedicado à luta contra o fogo e criaram, recentemente, uma nova arma para apagar fogos: um míssil de água, fabricado pela indústria de material de guerra, que tem ajudado bastante os bombeiros israelitas. A reportagem do correspondente da SIC no Médio Oriente, Henrique Cymerman, mostra-nos como funcionam os projéteis de água.

    Henrique Cymerman

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15