sicnot

Perfil

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Greenpeace lança balão de ar quente em Paris

A Greenpeace lançou um balão de ar quente junto à Torre Eiffel em Paris.

© Benoit Tessier / Reuters

A ação simbólica pretende ser um alerta aos principais líderes mundias que vão estar na capital francesa para a Cimeira do Clima de Paris. A organização ambientalista defende que os países devem chegar a acordo para limitar o aquecimento global e desta forma ficar abaixo dos 2 graus celsius em 2100. Só assim, garantem os especialistas, podem ser evitadas catástrofes como inundações ou secas.
A partir de segunda-feira, em Paris, vão estar 196 países representados na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas. No total mais de 140 chefes de Estado e de Governo vão tentar alcançar um acordo global vinculativo sobre a redução das emissões de gases com efeito de estufa.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.