sicnot

Perfil

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Iniciativas internacionais prometem fundos para impulsionar energias limpas

SIC NA COP21

À margem da longa maratona de discursos políticos, que marcou o primeiro dia da Conferência do Clima, em Paris, foram anunciadas uma série de iniciativas rumo a uma economia menos dependente dos combustíveis fósseis.

Carla Castelo/SIC

Carla Castelo/SIC

Carla Castelo/SIC

Vinte das maiores economias do mundo, incluindo os EUA, a China, o Brasil e a Alemanha, lançaram a Missão Inovação que promete duplicar o financiamento (para 20 mil milhões de euros nos próximos 5 anos) à investigação na área das energias renováveis, e Bill Gates esteve na Conferência para dizer que várias instituições privadas, incluindo a fundação a que preside irão ajudar nesse investimento bilionário.

No sentido de ajudar os países em desenvolvimento a reduzir emissões de gases com efeito de estufa, a Alemanha, a Noruega, a Suécia e a Suíça anunciaram uma nova iniciativa de apoio num total de 500 milhões de dólares, com início em 2016.

A Índia e a França anunciaram uma Aliança Solar Internacional apoiada por cerca de 120 países, para promover a utilização da energia solar em larga escala.

Cerca de 40 países, entre eles a Nova Zelândia, a Suécia e os EUA, bem como organizações internacionais e empresas lançaram uma coligação inédita para a eliminação progressiva dos subsídios aos combustíveis fósseis.

Seis chefes de Estado e de Governo, entre eles a França e o Canadá, e os líderes do Banco Mundial e do FMI apelaram aos países e empresas para que ponham um preço no carbono para impulsionar o investimento em energias limpas.

O primeiro dia da conferência foi seguido com interesse também nas redes sociais, como o Twitter com quase 600.000 tweets sobre a #COP21. Entre os participantes na conferência o primeiro ministro indiano Narendra Modi foi o mais ativo.

Para quem quer seguir de perto tudo o que se passa em Le Bourget - Paris, as Nações Unidas lançaram uma aplicação para andróide e iPhone chamada Negotiator, com notícias, vídeos e alertas.

Carla Castelo, SIC

Em Paris

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.